20 C
Porto Velho
sábado, agosto 20, 2022
spot_img

HENRIQUE VALADARES DISSE QUE A ODEBRECHT DEU R$ 2 MILHÕES A CASSOL POR AGRADECIMENTO

Henrique Serrano do Prado Valladares, da Odebrecht, diz ter pago “vantagem indevida em favor de Ivo Cassol”, então governador de Rondônia, como a João Carlos Gonçalves Ribeiro, à época secretário de Planejamento do estado.

O delator afirma ter repassado R$ 2 milhões a Cassol e R$ 1 milhão a Ribeiro por “favorecimento nos procedimentos administrativos” referentes à execução das obras da usina hidrelétrica de Santo Antônio.

Em nota, a defesa do ex-governador Ivo Cassol (PP-RO) diz que “o senador afirma que sempre foi contra a isenção de impostos das usinas de Jirau e Santo Antônio desde 2011 e que vai aguardar”.

 

João Carlos Ribeiro recebeu R$ 1 milhão

Analisando a gravação da delação, Henrique Valadares disse que pagou a propina porque Ivo Cassol colaborou bastante para a construção da Usina de Santo Antônio. Foi por reconhecimento. Após a construção é que Ivo Cassol veio com esta história de isenção fiscal.

Na planilha da Odebrecht, Ivo Cassol é o “maçaranduba” e João Carlos, o Dallas. Maçaranduba (ou massaranduba) é uma madeira que em uma casca grossa.

Do G1

Related Articles

REDES SOCIAIS

0FansLike
3,441FollowersFollow
0SubscribersSubscribe
- Advertisement -Governo de Rondônia

Latest Articles