15-USINA-1-370x277A construção de uma nova e moderna usina de calcário, situada entre os municípios de Espigão do Oeste e Pimenta Bueno, deverá aumentar em mais de dez vezes a atual produção desse mineral, que é insumo importante para elevar a produtividade da soja e de outras culturas dentro do estado.

15-USINA-370x277O Governo do Estado investiu cerca de R$ 11 milhões na construção da nova usina – que será inaugurada dentro dos próximos 60 dias e terá capacidade para 400 mil toneladas de calcário por ano (hoje são 25 mil toneladas anuais).

Outra obra importante para a produção de grãos, especificamente no cone sul, foi anunciada recentemente pelo governador Confúcio Moura, que há poucos dias deu a ordem de serviço para a execução da Rodovia do Calcário (RO-482).

A nova rota vai diminuir em cerca de 220 km a distância do transporte de calcário para municípios da principal região produtora de grãos do estado. O novo acesso partirá da usina e seguirá por um trecho de 54 quilômetros, até encontrar a BR-364, a menos de 120 quilômetros de Vilhena.

Hoje, a distância da usina até Vilhena é de 558 quilômetros. Com a nova estrada, a distância a ser percorrida pelos caminhões será de 340 km, ou seja, uma redução de quase 220 quilômetros.

O governador confirmou que a nova estrada terá importância estratégica, vez que ajudará a diminuir o preço do frete no transporte de calcário. A abertura da estrada começará logo após o período das chuvas, dentro de poucos dias.

Isso significará uma diminuição significativa para os produtores, uma vez que o custo maior do calcário é pago pelo frete. Hoje, o valor da tonelada de calcário é de cerca de R$ 40.

Facebook Comments