Governador ressalta investimentos para o setor produtivo de Rondônia

reunião-no-gabinete-gov-10Ampliar investimentos públicos no novo governo. Esse foi o tom da reunião promovida na manhã desta terça (30), no Palácio Getúlio Vargas, com a presença do governador Confúcio Moura, do senador Valdir Raupp e de secretários de Governo.

O senador enfatizou alguns pontos que considera prioritários para alavancar o desenvolvimento do estado para os próximos anos. “O segmento produtivo deverá receber atenção especial, principalmente nesse período do pós-usinas”, revelou.

“Os investidores externos devem ter a percepção de que o estado de Rondônia é a bola da vez no mapa de crescimento econômico brasileiro”, enfatizou o senador, que deverá aprofundar, neste mandato, o trabalho de atração de investimentos realizado dentro do Congresso Nacional.

“Rondônia é o estado brasileiro que mais cresceu em 2013 e isso tem que ser lembrado para toda a mídia nacional”, lembrou o governador Confúcio Moura, ao destacar o percentual de 6,95% de crescimento do estado nesse período. “Rondônia possui todas as condições para atração de investimentos, possui um setor agroindustrial em franco crescimento e suas exportações estão batendo novos recordes a cada ano”, enfatizou.

Florestas

O governador ressaltou também que, entre as atividades relacionadas ao agronegócio, o setor de florestas deverá despertar especial interesse entre os investidores neste novo mandato. Confúcio lembrou que serão licitados mais de um milhão de hectares de florestas para exploração comercial.

“Isso vai gerar mais empregos que as duas usinas construídas em Rondônia”, ressaltou. “Claro que iremos construir este projeto com  apoio técnico de qualidade, tendo como resultados a geração de empregos e divisas, mas sempre com foco na preservação ambiental, que é nossa grande riqueza”.

Também estiveram presentes na reunião, no gabinete do Palácio Presidente Vargas, os secretários Emerson Castro (Casa Civil); George Braga (Sepog); Wagner Freitas (Sefin); Vitorino Cherque (Casa Civil/Adjunto); Edna Okabayashi (Decom/Adjunta); Pedro Pimentel (Sepog/Adjunto) e Gilmar de Freitas (presidente da CMR).

Fonte
Texto: Sandro André / Decom
Fotos: Esio Mendes

Facebook Comments