POLÍCIA EXCLUSIVO (OUÇA O ÁUDIO): LINHA DE INVESTIGAÇÃO LEVA A SUSPEITO DE CRIME...

EXCLUSIVO (OUÇA O ÁUDIO): LINHA DE INVESTIGAÇÃO LEVA A SUSPEITO DE CRIME CONTRA JORNALISTA EM CACOAL

CACOAL-Uma fonte entrou em contato com o Mais RO indicando uma das linhas de investigação do possível autor ou mandante do assassinato do jornalista Ueliton Brizon. O crime pode ter sido praticado por conta de uma denúncia que o jornalista publicou no site Jornal de Rondônia há uns dias atrás. Segundo a reportagem (na íntegra abaixo) Euzebio Scherrer Brizon (vereador Zebin) teria estuprado Mirian Brizon há 30 anos.

Leia a reportagem completa com áudio no final

Tornar público é motivo de força maior  diz Mirian, prezo pela segurança da minha família.

Quando tinha 17 anos de idade na cidade de Cacoal-Ro, uma pessoa que eu confiava e que gostava muito, por ser meu tio. Irmão caçula do meu pai, Euzebio Scherrer Brizon. Me convidou para ir ao um churrasco onde lá estava dois primos meus que eu amava muito e ainda amo, entrei dentro de um Pampa vermelho, que na época era de propriedade do mesmo.

Por demorar a chegar no churrasco e por estar se afastando da cidade perguntei tio onde é esse churrasco? Ele respondeu já esta chegando! Ele me levou para um lugar distante da cidade, em um matagal, ao chegar no lugar começou a me agredir, com socos chutes e coronhadas de revólver, e teve relação sexual extremamente forçada comigo. Depois que ele fez isso comigo falou que ia me matar, ai eu respondi seu cunhado me viu quando eu entrei no carro, se você me matar todo mundo vai saber que foi você me matou. Ai ele me levou de volta pra cidade.

Eu cheguei na casa uma amiga toda machucada e com hematomas por todo o corpo. O marido da minha amiga, na época queria denunciar, mas por ele me ameaçar de morte pedi pelo amor de Deus, não denuncia ele vai matar toda a minha família.

Eu me calei por todos esses anos por medo! Ele me ameaçou por várias vezes, dizendo que ia matar meus pais e meus irmãos.

OBS: O lugar que ele me levou, era um lugar todo amassado provavelmente utilizado por ele para estuprar outras mulheres. Por isso é importante que as autoridades investiguem a fundo , é natural ter mais vítimas por se tratar de um crime dessa natureza.

Após isso ele me torturava psicologicamente, ia na minha casa constantemente me pedia para fazer café pra ele, me chama vem aqui da um abraço no tio, e falava no meu ouvido cuidado! Olha o que eu fiz com você, se você me denunciar mato você e toda a sua família.

Sofro com isso até hoje, então eu peço que as autoridades que me ajude a fazer com que ele pague  pelo crime que ele cometeu, me estuprou com requintes de crueldade.

Já fui ameaçada por alguns de seus filhos, recentemente minha família foi alertada por uma tia, que isso poderia dar morte, temo pela minha vida, porque sei do que ele é capaz.

Se algo acontecer com minha família e comigo foi ele quem fez ou mandou fazer.

Fiz essa denúncia também na delegacia da mulher, em Vitoria ES, e no 180 em Brasilia e levei ao conhecimento da policia civil de Cacoal.

Conclui Mirian Brizon

Leia aqui tudo sobre a morte de Ueliton Brizon

Segue os áudios da denúncia

 

O direito do  acusado de ampla defesa, e seu direito de resposta estão garantidos.

Por esse Jornal.

CNPJ 28.533.881/0001-25 

 

Fonte: MAISRO.COM.BR com informações do  JORNAL DE RONDÔNIA

 

Facebook Comments