É fato: Bolsonaro pode não disputar reeleição por iminente derrota para Lula

Aliados, o Centrão e agora o filho Flávio Bolsonaro querem ver o pai fora da disputa para as eleições de 2022. Todos com medo de uma iminente derrota para Lula. A sugestão é de que Bolsonaro vire candidato a Senador. o argumento é que ele venceria com facilidade e manteria o foro privilegiado.

Segundo apurou o DCM, Flávio levou a sério a aflição do Palácio do Planalto com as pesquisas internas encomendadas por aliados do mandatário. A preocupação do senador visa também o irmão Carlos Bolsonaro que não pode ser candidato a nenhum cargo enquanto o pai for presidente.

Com o número de pessoas que reprovam a gestão bolsonarista em crescimento, o mandatário disputaria a reeleição com grande chance de não ser reeleito. Nesse caso, ele ficaria como Carluxo, sem foro privilegiado. “Pensa no Carlos”, implorou Flávio ao pai.

Com risco de não ir nem para o segundo turno por conta do crescimento de Sergio Moro, Bolsonaro teria que se desincompatibilizar para ser candidato a senador. Para isso, o mandatário precisaria renunciar – não podendo somente se afastar – de seu mandato em março.

Desta forma, sem Bolsonaro como presidente, Carluxo poderia ser candidato a deputado e o plano de Flávio seria concretizado.

Porém, ao escutar a proposta, Bolsonaro caiu na gargalhada. Avisou que, realmente, está cansado da presidência. Mas que não tem a intenção de concorrer ao Senado. Caso não vá para reeleição, pretende buscar um cargo como deputado federal. Ou simplesmente morar fora do Brasil por um tempo.

Pensar Piaui-DCM