PORTO VELHO- Muito triste. A comunidade bosconiana acaba de receber notícias de que o Colégio Dom Bosco de Porto Velho, encerrou as atividades. Afetado pela crise econômica, Covid-19 e perda de alunos, o Colégo Dom Bosco encerra um ciclo de 88 anos de excelentes serviços prestados à população de Porto Velho.

A tristeza tomou conta dos ex-alunos, professores, pais e amigos dos bosconianos.

Ex-alunos se manifestam com tristeza. Roberto Kuppê, aluno de 1973 a 1977, fez o primeiro grau (atual ensino fundamental) no Dom Bosco, através de uma bolsa de estudos. RK foi colega de DB dos ex-alunos Raimundo Torres Filho, Luiz Gonzaga Mota Torres, Onildo Carvalho, Williames Pimentel, Jorge Lapa, Geraldo Peres, Julio e Cesar Júlio Mustafá, Gastão, dentre outros.

A história da instituição está ligada ao desenvolvimento da cidade de Porto Velho nas três primeiras décadas do século XX, período em que a oferta dos serviços educacionais ainda era escassa na região e a cidade parecia isolada dos grandes centros. A origem do colégio salesiano remonta ao ano de 1932. Surgiu inicialmente como um modesto curso noturno de alfabetização para jovens nas instalações da então Estrada de Ferro Madeira Mamoré. No ano de 1933, o embrionário Colégio Dom Bosco já funcionava com cursos de segunda e terceira séries do ensino elementar. Nestes primeiros anos, os salesianos já ofereciam outros serviços como escolas de música, teatro, sessões de cinema e outras formas de aprender.

A primeira pedra para a construção de um novo estabelecimento foi lançada em 1935. A obra, concluída três anos depois, começou a funcionar também em forma de internato. Neste período atendia cerca de 400 alunos. As dificuldades para o empreendimento, que não eram poucas, foram superadas pelo zelo e o ardor apostólicos dos primeiros salesianos que doaram as suas vidas para a obra de Porto Velho, como os salesianos padres João Nicoletti e Ângelo Cerri. Em 1945, eles expandiram mais uma vez as instalações. A sede definitiva do Colégio Dom Bosco foi edificada, anos posteriores, na Rua Almirante Barroso, no centro da cidade, onde a escola se encontra atualmente.

Integrante da Rede Salesiana de Escolas, o Colégio Dom Bosco de Porto Velho oferecia ampla e moderna estrutura: várias quadras esportivas, campo de futebol, salas com ar refrigerado. São três prédios num mesmo espaço, atendendo uma média anual de 1000 alunos dos ensinos fundamental e médio.

NOTA DO FECHAMENTO DO DOM BOSCO

PUBLICAÇÃO DO FECHAMENTO CDB_PVH_04.12 (Assinatura Digital)

Fonte: Mais RO

Facebook Comments