Daniel Pereira, então governador, visita prefeito Hildon Chaves

PORTO VELHO- Ao ser indagado se deixaria a superintendência do Sebrae amanhã, para se desincompatibilizar do cargo para se candidatar a prefeito de Porto Velho, o ex-governador de Rondônia, Daniel Pereira (Solidariedade) impõe um novo suspense na sucessão estadual: “Saio em 2022. Salvo se o Conselho sair comigo antes”, respondeu. Segundo uma fonte deste portal de notícias, Daniel Pereira disputaria a sucessão de Hildon Chaves (PSDB), inclusive com o apoio deste.

Com mais esse impasse, são três pré-candidatos que não afirmam e nem desafirmam se sai ou não: o próprio Hildon Chaves, Léo Moraes (Podemos) e Daniel Pereira. Com essas dúvidas no ar, os pré-candidatos já definidos publicamente ficam também em compasso de espera. As convenções acontecem somente no final do mês, de 31 de agosto a 19 de setembro. Até lá, muitas especulações, vai e volta, desistências e candidaturas de última hora. Sendo que detentor de cargos públicos devem entregá-los até amanhã.

Os vices

Neste momento muitos pré-candidatos a prefeito de Porto Velho, estão buscando seus respectivos vices, que poderão vir de alianças partidárias. O do DEM, Fabrício Jurado, busca seu vice, que poderá ser uma mulher. Samuel Costa, do PCdoB, sai com Pantera de vice.

Fonte: Mais RO

Facebook Comments