Na próxima terça-feira (3), no Senado Federal, ocorrerá audiência pública
com o ministro da Educação, Abraham Weintraub, e com secretário de Educação
Superior, Arnaldo Barbosa de Lima Júnior, sobre a situação dos médicos brasileiros graduados fora do país. Os profissionais podem se candidatar a uma das vagas do projeto, mas o processo de revalidação dos diplomas obtidos no exterior está atrasado por problemas técnicos.

“Hoje há cerca de 20 mil médicos com título estrangeiro no aguardo do registro. A última revalidação ocorreu em 2017”, afirma o requerente da audiência, senador Confúcio Moura (MDB/RO), ao citar que convidou pessoalmente o ministro da Educação. “Precisamos de esclarecimentos do Ministério”.

A comissão mista para analisar a Medida Provisória (MP) nº 890/2019, que
cria o programa Médicos pelo Brasil, foi instalada na última quarta-feira (21). A iniciativa busca interiorizar o atendimento médico no país, especialmente nas áreas mais carentes e remotas, e fomentar a formação de especialistas em medicina da família e comunidade. O colegiado é presidido pelo deputado federal Ruy Carneiro (PSDB/PB), e tem o senador Confúcio como relator.

Assessoria de Comunicação

Facebook Comments