Coluna Zona Franca

0
303

Caso MR

Como diria Napoleão, “tudo como dantes no quartel de Abrantes”. Embora não tenha sido taxativo, o advogado do governador de Rondônia coronel Marcos Rocha (União Brasil),  Nelson Canedo, disse estar tranquilo quanto à absolvição do paciente dele, em instâncias superiores. “O recurso é uma garantia constitucional. É legítimo qualquer pessoa que teve sua pretensão frustrada pelo poder judiciário recorrer da decisão. Logo, na hipótese, não há nada de extraordinário no recurso proposto pelo partido derrotado nas urnas. Foi uma atitude normal e esperada processualmente. Da mesma forma em relação ao recurso do Ministério Público. Não é contraditório seu posicionamento, apesar de num primeiro momento pedir a absolvição e, logo após, a condenação, pois seus membros possuem autonomia e independência entre si”, disse Canedo à coluna Zona Franca.

Caso MR 2

Indagado sobre a possibilidade de cassação, Canedo foi técnico: “Não corre perigo … e o recurso ainda está em Rondônia … ainda falta julgar os embargos… vai demorar para subir para Brasília”. É tetra?

Alívio

Suzane Jardim on X: "@metaforica_gabi Estou aqui atestando que é verdade mesmo. Aliás, lembro do fato, lembro de você olhando pra mim com essa cara, mas não lembro qual era o eventoA informação deve ensejar um certo alívio aos aliados, principalmente no entorno do prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves (PSDB) que aposta no apoio do governador à pré-candidata Mariana Carvalho (Republicanos). O resto é intriga da oposição, pois há quem deseje um infortúnio para o governador, deixando a sucessão em 2026 mais fácil para o prefeito HC e aos desejosos de ocupar um das duas cadeiras de senador da República, visto que MR é um forte pretendente.

Mariana no PL?

São fortes os indícios de que a ex-deputada federal Mariana Carvalho,  atualmente no Republicanos, migre de mala e cuia para o PL de Bolsonaro e Marcos Rogério (senador). É o que dizem nos bastidores à boca miúda.

Frente Progressista

Ainda não há sinais sobre uma data de uma grande reunião entre os dez partidos que comporão a Frente Progressista. O evento deverá ser num ginásio com bastante segurança devido aos egos de alguns participantes. O que a coluna sabe é que o nome do advogado e ativista Vinícius Miguel (PSB) é um dos cotados para pilotar a frente, mas não haveria unanimidade. Ocorre que o tempo urge. Faltam menos de oito meses para o dia da eleição, 6 de outubro.

Frente Progressista 2

Da parte do PT, segundo o presidente municipal da sigla, Israel Trindade, ocorreu ontem, uma reunião para tratar do tema. Segundo Trindade, “foi deliberado que será marcada a primeira reunião da Frente, a qual provavelmente será depois do carnaval, e que a Executiva entende que o melhor caminho é construir um nome de consenso organizado pela Frente onde cria uma chance real de estarmos em um segundo turno”. Ou seja, nada está definido ainda.

Saidinha

A saída temporária, prevista pela Lei de Execuções Penais 7.210/84, desde 1984, portanto, no regime militar, está com os dias contados. Foi aprovada ontem o PL do fim das saidinhas na Comissão de Segurança pública-CSP e sua urgência para a deliberação do Plenário do Senado Federal será votada hoje.

                                               Lixo de Jipa

Nenhuma descrição de foto disponível.

Está em investigação a coleta do lixo em Ji-Paraná, segundo publicou o Diário do MPRO de 06/02/2024. Segundo denúncias, não estaria havendo triagem de resíduos sólidos destinados ao aterro sanitário.

                              Bolsonaro, Bolsonaro, Bolsonaro

Pode ser uma imagem de 4 pessoas e texto que diz "Herança maldita do governo Bolsonaro: brasileiros buscam ivermectina para tratar dengue"“Ah, para de falar do Bolsonaro na coluna”. Mas, como? Mesmo fora da presidência a influência (negativa) dele é imensa. Vejam só. A busca por ivermectina para o tratamento da dengue, o que é ineficaz, além de ser perigoso para a saúde, é mais um legado de seu governo. O remédio para parasitas entrou no vocabulário nacional durante a epidemia de covid-19, quando o então presidente da República incentivou o uso do medicamento para prevenir a doença em lives e entrevistas, o que também era inútil e arriscado. Queria, com isso, forçar as pessoas a voltarem à vida normal enquanto morriam mais de 4 mil infectados por dia.

Bolsonaro, Bolsonaro, Bolsonaro 2

Jair foi respaldado nesse comportamento criminoso por médicos que perderiam o registro profissional caso o Conselho Federal de Medicina não tivesse agido como um puxadinho do bolsonarismo. Ao mesmo tempo, as atitudes que ele tomou empoderaram esse pessoal que, agora, sente-se livre para insistir. Não por coincidência, grande parte das recomendações tanto da ivermectina para tratamento da dengue quanto contra a covid-19 parte de médicos que não tem especialidade na área, ou seja, não são infectologistas, nem virologistas. “Não há evidência cientifica ou estudo comprovando eficácia para o tratamento de dengue com ivermectina. Infelizmente, não há uma droga antiviral efetiva para o tratamento da dengue ate o momento”, afirmou à coluna Marcelo Litvoc, médico infectologista do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo. Durante a pandemia, pacientes tiveram casos de hepatite medicamentosa após se medicarem com o “kit covid”, que incluía a ivermectina. Com isso, precisaram de transplante de fígado. Por conta da recomendação desse medicamento para a dengue por certos médicos, e o aumento da busca por ele em farmácias, o Ministério da Saúde teve que vir a público para desmentir o boato.

Heitorquistão

Ninguém consegue derrubar o eterno presidente da FFER, Heitor Costa, que dirige a entidade com mãos de ferro há mais de 30 anos. Ontem, 6, Costa tentou se reeleger para mais dois anos, mas o Real Desportivo Ariquemes conseguiu barrar. Foi a resposta do RDA à A FFER, que através Departamento de Competições da CBF, conseguiu barrar o clube das competições nacionais de 2024, por supostas irregularidades.

Heitorquistão 2

A CBF afirmou no documento que o Real Ariquemes não estaria em condições de participar de competições nacionais até que tenha sua situação regularizada junto à FFER, “diante do exposto, a CBF informa que o Real Desportivo Ariquemes Futebol Clube não se encontra apto para participar de competições nacionais, até que regularize sua situação perante a FFER”.

Heitorquistão 2

Mitologia Grega: Os destinos atrelados de Aquiles e HeitorSegundo a CBF, o RDA deixou claro o desejo de promover interferência externa na gestão da FFER, violando o artigo 154, parágrafo único do Estatuto da CBF, artigo 19 e 58 do Estatuto da FIFA e artigo 67 de Conmebol. Ao fim do documento a CBF reafirma que não existe qualquer tipo de irregularidade referente a entidade FFER e sua diretoria, “importante destacar que os processos eleitorais da entidade foram convocados e realizados sem que se tenha notícia de qualquer vício ou impugnação por parte do próprio Clube, que, inclusive, compareceu e votou a favor da eleição da atual diretoria”. Na mitologia grega, porém, no confronto entre AquilesHeitor, o primeiro vence.

(*) Roberto Kuppê é jornalista e articulista político

Informações para a coluna:  [email protected]

O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Mais RO não tem responsabilidade legal pela opinião, que é exclusiva do autor.