Coluna Zona Franca

0
240

Por Roberto Kuppê (*)

Massa

A coluna crava, sem medo de errar, que o vencedor das eleições na Argentina será mesmo Sérgio Massa. O povo argentino acordou e não quer Milei Bolsonaro, cujos objetivos é, dentre outros, destruir as instituições do País. Massa vai vencer porque venceu no primeiro turno. A tendência é tanta que o bolsomileis já estão falando em fraudes nas urnas, cujo voto é IMPRESSO! Quer dizer, lá os bolsonaristas são contra o voto IMPRESSO!

Brasil X Argentina

Brasil x Argentina: impasse entre CBF e Maracanã atrasa venda de ingressos > No AtaqueBrasil e Argentina jogam na terça-feira próxima já com novo presidente eleito. Além do futebol, os dois países tem afinidades nos negócios, nas transações comerciais. O “Melei” disse que não quer papo com o Brasil (leia-se Lula) se for eleito neste domingo. Isso significaria romper comercialmente com o nosso país, que geraria desemprego em ambos os países. Só um maluco (ele o é) romperia com o Brasil. Don’t cry for me Argentina.

É de Rondônia!

Pode ser uma imagem de 1 pessoaJúlio César Sales Soeiro, de 23 anos de idade, morreu no front de batalha na guerra da Ucrânia no último fim de semana. Júlio nasceu e residiu em Machadinho do Oeste (RO), desde de criança e tinha o sonho de seguir carreira militar. Serviu ao Exército Brasileiro em Humaitá -AM por um ano e meio e não conseguiu engajar, mas manteve vivo o sonho de ser militar. Em respeito ao luto da família Soeiro, a coluna não vai tecer comentários. Nas redes sociais, porém, as críticas contra a presença dele na Ucrânia são centenas.

Não têm sossego

Pode ser uma imagem de 6 pessoas e textoDe volta ao Brasil, os resgatados da Faixa de Gaza enfrentam agora seu pior inimigo: os terroristas brasileiros. Após “orarem” para dar tudo errado para a volta dos nossos irmãos, os bolsonaristas disparam nas redes sociais ameaças contra os sobreviventes da guerra insana de Israel contra o povo palestino. Lembrando que o Hamas não representa a Palestina.

Não têm sossego 2

A Federação Árabe Palestina do Brasil (Fepal) usou as redes sociais para afirmar que irá adotar medidas judiciais, tanto na esfera cível como criminal, contra os autores das ameaças.  “Estamos cientes da campanha de ódio, difamação e ameaças a Hassan Rabee e aos brasileiro-palestinos. Medidas judiciais serão tomadas. Civil e criminalmente. Podemos contar com a ajuda de vocês? Mandem denúncias, prints e links de publicações para: [email protected]”, postou a Fepal na rede social X, antigo Twitter.

Confúcio Moura, o predestinado

Imaginemos se o senador Confúcio Moura (MDB-RO), no momento de decidir qual caminho seguir na escolha do candidato a presidente da República, lá em 2018, tivesse escolhido apoiar Jair Bolsonaro, como fez boa parte do seu partido em Rondônia. Sábio como sempre, foi o único da atual bancada federal a não fazê-lo. Hoje, entre os 11 parlamentares abancados em Brasília, é o único que conversa com o governo federal e, com isso, faz um mandato vigoroso e produtivo para o estado de Rondônia. Não é exagero dizer que, em termos de ações práticas e estruturantes, rivaliza com o executivo estadual.

Ponte binacional

Governo lança edital para construir ponte binacional com a BolíviaO ministro dos Transportes, Renan Filho, em conjunto com o ministro de Obras Públicas da Bolívia, Edgar Montaño, lideraram esse momento crucial, acompanhados por diversas autoridades dos dois países. A presença marcante da bancada de Rondônia, com destaque para a participação ativa do senador Confúcio Moura, foi evidente, tanto presencialmente quanto por meio de videoconferência, reforçando o compromisso conjunto na concretização desse projeto histórico para a região.

Ponte binacional 2

Uma ausência foi notada no evento que anunciou o lançamento do Edital de Licitação da ponte Binacional Brasil-Bolívia, que aconteceu no Ministério dos Transportes, em Brasília, na última terça-feira, dia 14: a de um representante do Partido dos Trabalhadores – PT de Rondônia. Dois dias depois, a ex-senadora Fátima Cleide publicou um vídeo em que exaltava a conquista e tentava uma conexão entre o partido no estado e o Governo Lula. Após as agruras recentes, seria legitimo que os bônus das realizações do governo federal fossem compartilhado com o PT do estado de Rondônia.

Ponte binacional 3

No ato em Brasília estava cheio de papagaios de pirata (bolsonaristas de Rondônia) tirando proveito das obras do governo Lula.

Ponte binacional 4

A deputada estadual Cláudia de Jesus (PT) elogiou a iniciativa do governo Lula que beneficia o Estado e fará a ligação rodoviária entre o Brasil e a Bolívia, pela BR-425/RO.

Mas, por que Cláudia de Jesus não foi à Brasília prestigiar a solenidade? Não é à toa que o PT de Rondônia não está se beneficiando politicamente do sucesso do governo Lula. Às vésperas das eleições de 2024, urge que petistas rondonienses sejam protagonistas das políticas de Lula no estado. Em agosto a deputada esteve em Guajará-Mirim, mas se limitou a tirar fotos com ministros por ocasião da inauguração do porto fluvial.

Partido Vermelho (PV)

O PV de Rondônia está entregue à bolsonaristas, só pode ser isso. Porque não se manifesta em prol do meio ambiente, em prol dos indígenas, contra o desmatamento e queimadas. Uma ambientalista rondoniense disse à coluna que o Partido Verde de Rondônia, de verde não tem nada. O partido tinha um deputado estadual, Luizinho Goebel (atualmente no PSC), que é pecuarista e empresário. Luizinho se filiou ao PV em 2004, após analisar a “ideologia do partido”. Estreia na carreira política em 2006 com um resultado positivo: 8.331 pessoas o elegeram para deputado estadual. Após se reeleger três vezes pelo PV, se filiou ao PSC.

Partido Vermelho (PV) 2

Ainda no PV, Goebel votou contra a manutenção das reservas extrativistas, já que é pecuarista. Em 2021 os deputados estaduais de Rondônia aprovaram uma lei que dizima duas áreas de reserva no entorno de Porto Velho. O estrago ambiental retira a proteção ambiental de 219 mil hectares da Reserva Extrativista Jaci-Paraná e do Parque Estadual Guajará-Mirim.

Partido Vermelho (PV) 3

O calor intenso em Rondônia, em parte devido às mudanças climáticas derivadas de descaso com o meio ambiente, deveria ser motivo de preocupação do Partido Verde. Não é. Muito pelo contrário.

Eleições 2024

Sob nova direção, o PT de Porto Velho seguirá firme com a prioridade de eleger pelo menos dois vereadores em 2024. Segundo o presidente eleito, Israel Trindade, o partido lutará por uma frente progressista com vistas à prefeitura da capital. Além do PV e do PCdoB que fazem parte da Federação Brasil Esperança, o PT vai propor uma frente ampla com PSB, MDB, PSD, Rede, PDT, Solidariedade e PSOL, partidos estes que fazem parte da base do governo Lula.

Contagem regressiva

Pode ser uma imagem de hospital e textoA coluna acompanha pari passu as obras de conclusão do Hospital Regional de Guajará-Mirim. Com prazo de 10 meses, a empresa disse que entrega em agosto. A contagem regressiva do Mais RO cravou, porém, prazo de um ano. Então, segundo a nossa contagem regressiva, faltam 326 dias para a conclusão. Estamos de olho!

 

 

 

(*) Roberto Kuppê é jornalista e articulista político.

Informações para a coluna:  [email protected]

(*) O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Mais RO não tem responsabilidade legal pela opinião, que é exclusiva do autor.