Coluna do RK-Bastidores da Política Nacional e Regional

0
579

Por Roberto Kuppê (*)

Tiro no pé

Aqui! Como falam os mineiros. A coluna fala para todo o Brasil. O candidato a prefeito que estiver apostando em Bolsonaro para se eleger, pode estar dando tiro no pé. Tudo bem que a massa de eleitores ignorantes ainda é grande, mas, diante de tantos fatos que incriminam o presidente e família dele, não é possível que ainda não caiu a ficha para muitos. Isso fala muito do caráter dessas pessoas que ainda teimam em apoiar o “mito”. Votar em candidatos que disputam prefeituras e câmaras de vereadores sob a “fama” de Bolsonaro é votar contra o povo, contra si mesmo.

Tiro no pé 2

A qualquer momento poderá explodir uma série de eventos que irá machucar sobremaneira a imagem de Bolsonaro, como prisões de pessoas próximas a ele. Assim como ocorreu com Queiroz, prisões de familiares de Bolsonaro é iminente. Bolsonaro está fazendo das tripas coração, para se manter no poder e em liberdade. Embora ainda tenha apoio do Congresso Nacional (Centrão, toma lá dá cá), e do STF (com o STF com tudo, lembram?), ele perecerá. Mais cedo, ou mais tarde. Quem viver, verá.

Eleições 2020-Porto Velho

Ramon Cujui

A coluna aposta que a esquerda vai surpreender nestas eleições, especificamente em Porto Velho, onde 72% deram votos ao bolsonarismo. Três candidatos de esquerda e um de centro (nem esquerda, nem direita, muito pelo contrário), despontam como possíveis surpresas. Falemos primeiro da esquerda raiz. O candidato Ramon Cujuí (PT), é o melhor nome da esquerda neste momento. Nome pouco conhecido das massas, porém, muito ativo nas lutas sociais. Samuel Costa (PCdoB), surpreende pela coragem, força e determinação. Não dá bola pras críticas e caminha pra frente, pensando sempre na redução das desigualdades, na justiça, saúde e educação. Pimenta de Rondônia (PSOL). Sim, o Pimenta pode surpreender. Recebeu recentemente apoio importante e vai aparecer nas mídias com uma campanha robusta. E, por fim, o candidato Vinícius Miguel (Cidadania), que é de centro, com tendências ora de esquerda, ora de direita. É o típico candidato que não pode ser rotulado. Descendente de libaneses e bem nascido, VM está fazendo uma campanha limpa e propositiva, mostrando propostas que poderão ser a solução para os problemas de Porto Velho.

Luciana prefeita?

A candidata a vereadora Luciana Oliveira (PT), está com uma campanha robusta nas ruas e nas mídias sociais. Está aparecendo mais do que o próprio candidato a prefeito de Porto Velho, Ramon Cujuí (PT). Sem medo de ser feliz, Luciana carrega a bandeira do PT com altivez, coragem e determinação. Ativista, defende a cultura, as mulheres, a educação e a saúde. Será uma boa vereadora, se eleita for. A coluna espera que o eleitorado mais maduro, opte por alguém capacitado para o cargo. Chega de mequetrefes na CMPV. “Quando vejo a qualidade dos representantes do povo na Câmara de Vereadores da capital, me pergunto: por que e até quando?”, pergunta Luciana.

Com pesar

A Covid levou a cunhada de Luciana Oliveira, Elinete, a Netinha, irmã mais nova do companheiro dela, Ernande Segismundo. A coluna expressa os mais sinceros pêsames à família enlutada. “Profissional da saúde, salvou vidas e perdeu a dela na maior batalha que o mundo enfrenta”, lamentou Luciana.

Nova Mamoré

O advogado Miqueias Jose Teles Figueiredo, de Nova Mamoré, conseguiu importante vitória em prol da democracia e pelo direito à livre expressão. O partido Democratas tentou tirar um comentário de Maria Ana Lúcia, do Facebook. A justiça, porém, deu ganho de causa à ela, por se tratar de exercício de livre expressão e não campanha antecipada. Ah, Ana Lúcia é irmã do candidato a prefeito de Nova Mamoré, Dr. Welison Nunes (PDT).

Nova Mamoré 2

Ao final da sentença em que o juiz deu ganho de causa à Ana Lúcia, ele diz: “ ao publicar as postagens descritas na inicial, bem como tecer comentários aparentemente inadequados, a representada o fez no exercício de seu direito de livre manifestação e expressão e não ofendeu o candidato a prefeito Marcélio Rodrigues Uchoa ou qualquer outro, nem tão pouco se houve a divulgação de fato sabidamente inverídico. Ressalta-se que a representada não mencionou ou marcou o partido representante e/ou o mencionado candidato em seus comentários. Quem já entrou ou pretende entrar na vida pública deve estar ciente de que não vai encontrar só elogios e apoiadores, pois, com toda certeza, encontrará também muitas críticas e notícias que pode lhe causar grandes dissabores. Isso porque elas também fazem parte do menu de todo dia da política. Além disso, as críticas fazem bem à democracia porque servem de instrumento para que o eleitor seja melhor cientificado dos erros e falhas de seus representantes. O que não é permitido são os excessos que atentam contra a honra do homem público ou que levem à desinformação”.

 

Da elite do bem

Um nome que vai surpreender em 2022, será, certamente o do jovem advogado portovelhense, Fabrício Jurado (DEM). Embora seja oriundo da elite, de pioneiros da advocacia, FJ é um político promissor que pensa na população mais carente de boas políticas sociais. Após abrir mão da candidatura à prefeito de Porto Velho, ele continua trabalhando em prol do estado. Ontem ele esteve com uma comitiva de Brasília inspecionando a obra da ponte que ligará Rondônia ao Acre (foto). O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, e o diretor-geral substituto do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Euclides Bandeira, além do governador de Rondônia, Marcos Rocha, estiveram na comitiva. A ponte iniciada nos governos Lula e Dilma, é uma obra estratégica para a região, pois será a única ligação terrestre entre o estado do Acre e o restante do país e se tornará uma via fundamental para o abastecimento de alimentos, remédios e demais insumos ao estado. Atualmente, o percurso da rodovia é interrompido pelo Rio Madeira, em Abunã, para que a travessia de todos os veículos, bens e pessoas aconteça por balsas. Com a obra, esse problema irá acabar, trazendo mais rapidez e comodidade aos que circulam na região.

Tezzari com Covid

Falando em ex-candidato a prefeito, o iluminado Thiago Tezzari (PSD), pegou Covid-19 e está lutando pela saúde para enfrentar os trabalhos na EMDUR. A coluna deseja melhoras.

Será desta vez?

A chegada do gás natural ao estado de Rondônia pode, enfim, sair do papel com a aprovação da Nova Lei do Gás. O Projeto de Lei 6407/2013 que altera as regras do mercado do combustível no país já passou pela Câmara dos Deputados. Agora, cabe ao Senado analisar o texto. Há mais de dez anos existe a expectativa da chegada de gás natural a Rondônia por meio de um gasoduto que transportaria o produto até a capital Porto Velho. O gás viria do campo de Urucu, no Amazonas, mas até hoje o projeto está parado. Entidades, como a Federação das Indústrias do Estado de Rondônia e a Secretaria de Desenvolvimento e Infraestrutura (SEDI), chegaram a estudar a demanda pelo gás natural no estado em 2018.

AJUDEM O ADSON

O jovem Adson Tavares, de Porto Velho, 28 anos, que tem uma doença chamada hiperparatiroidismo Secundário, além de fazer hemodiálise, vai ter que fazer mais uma cirurgia, desta vez, em São Paulo, mo Hospital da Unifest. Já fez dez cirurgias, mas essa é bastante delicada e só faz na capital paulista. A mãe dele, bacharel em Direito, Rízia Tavares já gastou todos os recursos disponíveis e não tem condições de se manter em São Paulo durante a estada. Ela pede ajuda através de uma vakinha on line. O objetivo é alcançar pelo menos R$ 5 mil, mas até agora só conseguiu R$ 780 em doações: “Meu filho mais velho Adson, necessita fazer uma cirurgia muito delicada em São Paulo, no Hospital da Unisfesp, pois lá é um dos centros de referência. Aqui em Porto Velho não tem mas o que ser feito. Como ele é um paciente que tem alguns problemas de saúde, ele faz hemodiálise, tem hiperparatiroidismo secundario , cadeirante, hipertenso, preciso acompanha-lo. Como não tenho nenhum parente em São Paulo vou precisar de ajuda para pagar a minha estada, alimentação e locomoção. Se quiserem doar na minha conta do Banco do Brasil. Agência 2290-X Conta Corrente 37351-6. Em nome de Rizia Tavares Mendes”.  Endereço da vakinha: Vakinhaq Ajuda para Adson e Rízia

Tiago Lins sem tempo

O candidato a vereador Tiago Lins (Cidadania), está sem tempo para a fazer a própria campanha. Isso porque ele é o coordenador geral da campanha de Vinícius Miguel à prefeitura de Porto Velho. Apesar disso, ele está animado com a possibilidade de VM se eleger, pois as adesões estão crescendo dia a dia.

Ativista de Guajará

O ativista do Partido Verde, João Guinho, é candidato a vereador sob o número 43.007. Ele defende os mais pobres, os indígenas e o meio ambiente. Guajará-Mirim tem que acordar e votar nos candidatos da terra e que defendem a terra. Chega de vereadores que só pensam em diárias, desvios de verbas e nepotismo (empregar parentes).