Coluna do RK- Bastidores da Política Nacional e Regional

0
298

Por Roberto Kuppê (*)

Bobagem, bobagem…

Verbas indenizatórias da Câmara Federal, das assembleias legislativas. Um direito que assusta quando divulgado, pois os números são milionários. Todo parlamentar tem direito às verbas indenizatórias, quer queiramos ou não. São verbas utilizadas para ressarcir despesas diversas. Então, onde está crime? Em lugar nenhum! Por isso a coluna afirma que tudo que estão dizendo por aí dos “campeões” em gastos é pura bobagem. Existem políticos que abriram mão de algumas verbas indenizatórias (não todas, claro). Palmas para eles. Mas, há aqueles que precisam destas verbas para tocarem seus mandatos.

Bolsonaro

O ex-deputado federal Jair Messias Bolsonaro (PSL-RJ) disse, em alto e bom som, que utilizava verbas da Câmara para “comer gente”. Foi eleito presidente da República, apesar disso. Isso significa que o eleitor dele aprovou essas despesas eróticas.

Atuação parlamemtar

O que se deve analisar, julgar e criticar, o que esta coluna faz com frequência, é o que os parlamentares fazem de seus mandatos. Os deputados valem o que ganham? Eles fazem jus ao que recebem todos os meses? A maioria não! A maioria dos deputados (do Brasil) não vale aquilo que o gato enterra. Poucos, pouquíssimos honram os votos que recebem de pobres eleitores que votam na esperança de dias melhores.

Expedito Netto

O deputado federal Expedito Netto (PSD-RO) foi o Cristo da vez.  Foi, segundo o portal da transparência da Câmara dos Deputados, o “campeão” em gastos dentre os parlamentares de Rondônia. Deputados de outros estados gastaram mais do que ele no período de dois meses. Mas, Netto foi considerado um gastão de verbas indenizatórias, as quais ele tem direito. Então a Coluna do RK , que não tem procuração para defender o deputado, pesquisou e chegou a conclusão que os gastos dele estão dentro do que determinam as normas. Mais além, valeu cada centavo, pois o deputado tem se posicionado sempre a favor do povo. O filho do ex-senador Expedito Júnior (PSDB-RO) surpreende com suas votações. Votou contra a o teto de gastos (que engessou a saúde, educação e segurança), contra a reforma trabalhista e votou a favor de tirar o Temer.  Sobre a reforma da Previdência, tem se posicionado contra pontos que tiram direitos do aposentados.

Lula, lá

A defesa do ex-presidente da República, Luís Inácio Lula da Silva, tentará hoje, em vão, reverter condenação o caso do triplex. Em vão porque o sistema quer que Lula continue preso porque se soltar o homem vai falar. Falar que o impeachment de Dilma e a prisão dele tiveram como objetivo tira-lo da presidência da República, pois as pesquisas apontavam que ele venceria o pleito. E, com isso, eleger um candidato do sistema, que será submisso ao mecanismo.

 

 

 

Como se sabe, Lula é inocente. E, como se sabe também, os verdadeiros ladrões do erário estão soltos e gozando de fortunas milionárias, como o ex-presidente Michel Temer, já citado pela justiça como o chefe da quadrilha do MDB. Lula não será absolvido, Temer não será condenado, Queiroz não será investigado e Bolsonaro continuará impune. Ponto final.

 

Os novos carrascos

Antigamente, muito antigamente, os metalúrgicos  comandavam as greves que assustavam a qualquer governo. Depois dos metalúrgicos, os professores eram também temidos pelos governos. Agora, quem mete medo são os caminhoneiros. Bata num trabalhador, num professor, num metalúrgico, mas não toque num motorista de caminhão. O governo Bolsonaro está cagando fino. É visível o medo de uma nova greve dos caminhoneiros.

                                                    ADIANTA?

Paris, Notre Dame

Em menos de  24 horas, a catedral de Notre Dame em Paris, recebeu uma soma bilionária para a sua restauração. Após pegar fogo, o monumento de quase mil anos recebeu R$ 3 bilhões de reais em doações. Só uma bilionária brasileira que reside em Paris, Lily Safra, doou o valor de uma Mega Sena acumulada, cerca de R$ 88 milhões de reais. Críticas, críticas e mais críticas contra estas doações. O nosso Museu Nacional que pegou fogo há um ano, recebeu apenas R$ 1 milhão em doações, sendo a maioria doada por alemães e ingleses. Brasileiro mesmo doou cerca de R$ 100 mil reais. Por que os europeus são mais generosos que os brasileiros afortunados? A resposta está nas montagens abaixo. O brasileiro é  ruim, mal, perverso e não respeita pobres, negros e, em especial mulheres negras. O mundo sabe disso. A brasileira Marielle Franco, vereadora assassinada no ano passado por defender direitos humanos, será homenageada em Paris, terra da Notre Dame. Em compensação, policiais homenagearam Marielle destruindo uma arte feita para ela, em Ouro Preto (MG), durante a procissão da Páscoa. Diante dessa imagem abaixo, os franceses estão de parabéns por Notre Dame e por homenagear Marielle Franco.

 

 

(*) Roberto Kuppê é jornalista e articulista político

Facebook Comments