Vacina contra a fome. Este é o nome da campanha solidária lançada oficialmente nesta terça-feira (18) pela Prefeitura de Porto Velho, durante ação de imunização contra a Covid-19 com comorbidades a partir de 50 anos, no Campus I da Faculdade Uniron. A ação é incentivada pelo prefeito Hildon Chaves e a primeira-dama Ieda Chaves, uma das coordenadoras do movimento.

A proposta da campanha é sensibilizar as pessoas que forem aos pontos de vacinação na cidade que estarão devidamente identificados (caixa e banner) para que façam a doação de 1kg de alimento não perecível ou mais. Estes alimentos vão ser transformados em cestas básicas que serão distribuídas o mais rápido possível com o intuito de promover a segurança alimentar de famílias portovelhenses.

“Milhares famílias passaram sérias dificuldades financeiras e estão em situação de absoluta vulnerabilidade social por conta de terem perdido os seus empregos ou oportunidades de ganhos à manutenção do lar”, disse o prefeito ao reiterar que a campanha pretende despertar a solidariedade em grande parte da população criando assim uma extensa rede de solidariedade.

COLETA DE ALIMENTOS

Para o start, o ponto de coleta recebeu a primeira doação, de uma cesta básica. Entre os alimentos indicados para serem entregues à campanha, por serem não perecíveis, estão: arroz, feijão, açúcar, macarrão, óleo, café, fubá, leite, fubá.

A primeira-dama disse contar com a sensibilidade e solidariedade de todos que puderem doar algum alimento, não sendo uma necessidade imposta ou obrigatória e, sim, uma questão de escolha e que não interfere no direito de vacinar. “A doação é algo que vem do coração, pois ajudar ao próximo faz mais bem a quem ajuda do que a quem recebe”, reiterou Ieda Chaves.

Todo o processo de organização, recolhimento, montagem e de logística será feito por voluntários. Com isso, há uma facilidade por parte do (a) doador (a) que não terá muito trabalho e, desta forma, auxiliará na ampliação do atendimento às famílias que precisam de auxílio neste momento difícil provocado pela pandemia de Covid-19.

Além da Faculdade Uniron, o segundo ponto de coleta é o Centro Universitário São Lucas – Campus II, na Rua João Goulart, nº 666, bairro Mato Grosso. Por lá, quando houver agenda de imunização terá um espaço à disposição dos itens alimentícios.

SERVIÇO

A entrega das cestas vai atender prioritariamente as pessoas já cadastradas junto à Secretaria Municipal de Assistência Social e da Família (Semasf) e que fazem parte dos extratos mais vulneráveis da população.

Outras pessoas, que não estão incluídas neste serviço, poderão realizar o cadastramento via telefone institucional da Prefeitura de Porto Velho, pelo (69) 98473-1916 (WhatsApp), e serão visitadas pelo setor de Assistência Social.

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

Facebook Comments