MENTIRA
achaO prefeito Mauro Nazif (PSB), aguçou a curiosidade geral ao anunciar com cara de valente que denunciou na Justiça o contrato com a Marquise, empresa responsável pela coleta de lixo em Porto Velho. A notícia foi tão mais surpreendente na medida que não poderia haver momento menos apropriado para isso, considerada a necessidade de uma grande conjugação de esforços para a limpeza e recuperação da capital depois da enchente.
Acontece que a verdade é exatamente o contrário do que disse o prefeito. Quem entrou na Justiça com pedido de distrato foi a empreiteira, que alega não receber da Prefeitura desde o mês de novembro de 2013 e exige o pagamento de R$ 100 milhões referentes ao calote até agora registrado. Não há perspectiva de acordo, já que a Prefeitura não dispõe desse dinheiro, até porque foi exatamente este o valor do investimento em maquinário há pouco anunciado.
O julgamento do caso em primeira instância estava previsto para ontem, mas o blogueiro não conseguiu ainda informações a respeito. Pode-se antecipar, porém, que o horizonte está novamente nublado para Porto Velho. A Prefeitura, provavelmente com resultado desfavorável, vai recorrer e empurrar o calote com a barriga. Não é preciso bola de cristal para imaginar que a cidade, que já está um lixo, será literalmente transformada em lixeira a céu aberto. Resta conferir.
Facebook Comments