ASSISTA: Juiz de Cacoal (RO) fala sobre operação policial de busca e apreensão em sua casa

O juiz titular da 1a Vara Criminal da comarca, Carlos Roberto Rosa Burck, foi surpreendido, na manhã de sexta-feira, 25, com o cumprimento de um mandado de busca e apreensão em sua casa, assinado pelo desembargador Daniel Ribeiro Lagos, do Tribunal de Justiça de Rondônia. A ordem de busca e apreensão foi solicitada pela Polícia Civil, que investiga o assassinato do advogado Sidney Sotele.

Da casa do juiz os policiais civis levaram os aparelhos celulares dele e da esposa. Rosa Burck registrou uma ocorrência policial  por suposto  abuso de autoridade e disse estar sendo vítima de perseguição da Polícia Civil em Cacoal e no município de Ministro Andreazza.

Na ocorrência, Rosa Burck chegou a acusar policiais de estarem tentando incriminá-lo, relacionando-o à morte do advogado, assassinado com 14 tiros de pistola .40. Segundo o magistrado, existe uma tentativa de acobertamento de crimes na região.

ASSISTA A ENTREVISTA CONCEDIDA Á IMPRENSA DE CACOAL

Fonte: Tudorondonia

Facebook Comments