Desde o início do temporal, na tarde da última quinta-feira (20), cerca de 1.100 famílias registraram ocorrências de falta de energia elétrica em todo estado.

O problema, segundo a Energisa, é decorrente de quedas de árvores e de objetos lançados pelos ventos fortes sobre os cabos de rede. Com o aumento da demanda, a concessionária acionou mais de 750 profissionais, divididos em quase 300 equipes, para tentar conter os danos e retomar a normalidade no fornecimento de energia.

Em nota, a Energisa disse que hospitais, delegacias e outros aparelhos de utilidade pública têm prioridade de atendimento nestas circunstâncias.

A orientação é para que as pessoas não se aproximem de cabos caídos, e que em caso de falta de energia, a empresa pode ser contatada prioritariamente pelo 0800 647 0120.

O temporal veio após mais de 40 dias de seca no estado. A forte chuva trouxe temperaturas mais amenas, granizo e ventania.

Conforme previsão da Divisão de Meteorologia do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam), a partir desta sexta (21), a probabilidade de chuva é de 0%, já a friagem pode alcançar as temperaturas de até 7°C em alguns municípios do estado no fim de semana.

Fonte: G1

Facebook Comments