A EMA (Agência Europeia de Medicamentos) garantiu em comunicado oficial que “não há indicação” de que a vacina Oxford/AstraZeneca cause coágulos sanguíneos, efeito colateral que não estava previsto na bula do imunizante. Os governos da Dinamarca, Noruega e Itália anunciaram ontem a suspensão do uso da vacina contra a covid-19. Segundo o governo dinamarquês, primeiro a tomar a decisão, a medida é preventiva para que se avalie a relação com a formação de coágulos sanguíneos nos vacinados. A suspensão vai durar duas semanas. Assim, a lista de países que suspenderam a vacinação com o imunizante chegou a oito.

A vacina é uma das aprovadas para uso emergencial no Brasil, ao lado da CoronaVac, e até o momento não apresentou nenhum problema nas aplicações. “Atualmente, não há indicação de que a vacinação tenha causado essas condições, que não estão listadas como efeitos colaterais com esta vacina. A posição do comitê de segurança da EMA é que os benefícios da vacina continuam a superar seus riscos e a vacina pode continuar a ser administrada enquanto a investigação de casos de eventos tromboembólicos está em andamento”, afirmou a EMA..

Saiba mais aqui

Facebook Comments