AGRICULTURA – Prefeito participa do Dia da Cultura do Café Clonal em Rio Pardo

0
233
Durante o evento, o prefeito entregou mudas de café, anunciou entrega de caçamba e abertura de estrada (caso a legislação ambiental permita)

Como aproveitar melhor a muda do café clonal, qual o tipo, a classificação da qualidade e valores de mercados. Esses foram alguns temas das palestras realizadas por especialistas da Emater e Embrapa, no distrito de Rio Pardo, localizado a 159 quilômetros de Porto Velho, neste sábado, 07, no evento “Dia da Cultura do Café Clonal”, organizado pela Prefeitura de Porto Velho e Emater.

Durante a cerimônia, o prefeito Hildon Chaves fez a entrega de 15 mil mudas de café clonal para produtores rurais da região que trabalham com sistema de irrigação e anunciou a entrega de uma caçamba nos próximos dias para atender a área rural desse distrito.

O prefeito afirmou ainda que caso a legislação ambiental permita, a Prefeitura abrirá a estrada ligando Rio Pardo ao distrito de União Bandeirantes para atender a reivindicação dos produtores do distrito. “Vamos verificar essa questão com os órgãos competentes”, declarou. O anúncio foi festejado pelos moradores.

Energia

Ano passado o prefeito Hildon Chaves conseguiu atender também uma reivindicação antiga dos moradores de Rio Pardo. Ele negociou junto a Eletrobras a instalação de energia elétrica no distrito, que até então dependia da energia produzida por motor a diesel.

Reconhecimento

O subsecretário de Agricultura do Município, Francisco Evaldo Lima, agradeceu ao chefe do Executivo pelo empenho as ações em prol de Rio Pardo. “Nenhum administrador municipal fez tantas ações neste distrito em tão pouco tempo como o prefeito Hildon Chaves”, observou.

Agricultura/incentivo

Somente no ano passado, a Prefeitura repassou aos produtores rurais de Porto Velho 600 mil mudas de café clonal. A previsão é que até o final deste ano sejam entregues mais um milhão de mudas, através do Programa Pró-café da Secretaria Municipal da Agricultura (Semagric).

O prefeito ressaltou mais uma vez que a solução para o desenvolvimento de Porto Velho passa pelo campo. “Temos uma agricultura forte, mas que precisa de apoio, principalmente de crédito bancário”, frisou.

Fonte: Comdecom

Fotos: Medeiros

Facebook Comments