abran

O presidente da Confederação Brasileira da Pesca,  Abraão Lincoln, afirmou que  a presidente Dilma Rousseff  foi bastante feliz ao indicar Hélder Barbalho para o ministério da Pesca. “O novo ministro vai trabalhar para  aumentar a capacidade de produção de pescado no país. Vamos apoiá-lo, neste sentido”, disse Lincoln.

Os representantes sindicais pediram ao novo ministro novas regras para a emissão da carteira de pescador e o apoio para aquisição de caminhões-feiras, fábrica de gelo e usina de beneficiamento do pescado, além de outros pleitos.

Para Hélio Braga, presidente da Federação de Pescadores de Rondônia, o estado carece de uma infraestrutura capaz de beneficiar o setor produtivo. “Pedimos o apoio do ministro”, disse.

 

Facebook Comments