Fábio Folly: diários de classe online

Fábio Folly: diários de classe online
Fábio Folly: diários de classe online

“A Seduc vestiu a camisa do VoIP!”. Quem diz é o gerente de Tecnologia da Informação da secretaria de Estado da Educação, Ricardo Almeida, que participa desde o início do processo de instalação e que coleciona casos de absoluto sucesso, como os de várias unidades escolares em todo o estado. “Eles nem sequer tinham telefone fixo e hoje, além de se comunicarem por voz, também utilizam o sistema para enviar os antes ‘temidos’ e hoje ‘adorados’ diários de classe, diretamente para a Divisão de Ensino da Seduc em Porto Velho instantaneamente”.

Ele relaciona um sem número de serviços e possibilidades nem sequer imaginados anos atrás e exemplifica: “Hoje um diretor de escola pública pode pedir a adequação de uma determinada função do sistema de gestão escolar simplesmente ligando via VoIP para a manutenção aqui da TI e solicitar ao técnico de plantão. Isso é um sonho!”, diz eufórico.

O entusiasmo se justifica pelo fato de que antes do VoIP as viagens dos técnicos eram constantes e onerosas, pois existem 436 unidades escolares sob a responsabilidade da Seduc, algumas muito distantes e outras em locais de difícil acesso, principalmente no período chuvoso que inicia juntamente com o ano letivo.

Outro fato a se comemorar é a economia em telefonia. A comunicação via VoIP é gratuita. Antes consumia uma grande fatia da verba administrativa dos colégios estaduais. “O que se economiza com o VoIP podemos melhorar as instalações e dar mais conforto aos nossos alunos”, afirma Francisca Teixeira Sampaio, diretora da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Alkinda Brasil de Arouca, de Guajará-Mirim, distante 327 Km de Porto Velho.

O que é VoIP

A telefonia no Governo de Rondônia hoje não é só voz. Em um smartphone, o telefone é apenas um dos serviços oferecidos. As mensagens de texto (e-mails e redes sociais) e as imagens (fotos e vídeos) são os mais procurados e desejados. Assim é também nos órgãos públicos do poder executivo de Rondônia.

O quesito comunicação é levado muito a sério, pois é através da disseminação da informação que se administra e se toma decisões fundamentais para a melhoria da qualidade de vida de todos os cidadãos rondonienses.

E-mails, redes sociais, textos, planilhas e pesquisas, assim como imagens (documentos e exames, por exemplo) são largamente utilizados na administração pública, não só pela rapidez no envio e consulta, mas também pelo baixo custo e, principalmente, facilidade de manuseio. Governar sem informação eletrônica hoje é impensável.

Mas tudo isso tem um preço e bastante alto. Em vista disso surge uma tecnologia que resolve grande parte dos ‘gargalos’ eletrônicos,o Voice over Internet Protocol (VoIP), em tradução livre: Telefonia de voz sobre Protocolo de Internet, que é a telefonia que roda sobre a rede de dados do Governo.

20150121_100841Desde meados de 2013, a Diretoria Executiva de Tecnologia da Informação e Comunicação (DETI) iniciou a instalação dos terminais VoIP em todos os órgãos da administração, tendo hoje cerca de 2.300 em funcionamento e falando entre si.

O segundo passo, já em execução, é a integração do sistema VoIP com as telefonias convencionais (fixa e celular) em uso no Governo, com a instalação dos PABX, que foi concluída em 10 de dezembro último.

O engenheiro de telecomunicações e responsável pela integração, Fábio Folly (foto), diz que com a interconexão entre as plataformas, os chips 3G e os links E1 (padrão de linha telefônica digital europeu usado no Brasil) das operadoras comerciais “a gente consegue fazer estes telefones que só falam de VoIP para VoIP, se comunicarem com toda a telefonia convencional”.

Preços cairão

O Governo de Rondônia paga hoje por todas as ligações feitas entre seus funcionários às operadoras comerciais. A partir da interconexão o valor pago vai despencar e as possibilidades de implantação de outros serviços, além da transmissão de voz, vão se multiplicar, como já vem acontecendo na Secretaria Estadual da Educação (Seduc).

Fabio Folly da Deti explica que com a adesão de todos os servidores do poder executivo do Estado ao VoIP, “além de economizar muito, teremos mais segurança em nossas ligações e aumento na velocidade nas transmissões de dados e voz”.

Informa ainda que com o total funcionamento da Infovia (fibra ótica com o objetivo de fornecer um conjunto de serviços de voz, dados e imagens em alta velocidade) em Rondônia, “em breve estaremos no mesmo nível dos países do ‘primeiro mundo’ e teremos um dos sistemas de comunicação mais integrado, seguro, barato e eficaz”.

Fonte
Texto: Marco Aurélio Anconi
Fotos: Marco Aurélio Anconi
Decom – Governo de Rondônia

Facebook Comments