Em vídeo publicado na tarde desta terça-feira (10/03), o médico Drauzio Varella pediu desculpas pela repercussão da reportagem do Fantástico em que abraça a transexual Suzy, cujo nome de batismo é Rafael Tadeu de Oliveira dos Santos. “Posso imaginar a dor e peço desculpas pra família do menino que foi involuntariamente envolvida no caso”, afirmou o médico.

Suzy é detenta na Penitenciária José Parada Neto, em Guarulhos (SP). Depois que a reportagem foi ao ar, descobriu-se que ela foi condenada pelo estupro e assassinato de um menino de 9 anos. A revelação revertou a onda de empatia inicial que o caso provocara.

“Na matéria em questão, o foco eram as condições em que vivem as transexuais presas. As estatísticas oficiais indicam que a imensa maioria delas está detida por roubo ou furto. A maneira pela qual Suzy foi apresentada deu a entender que ela fazia parte desse grupo majoritário. Por isso eu entendo a frustração de quem se decepcionou”, disse Varella.

Fonte: Metrópoles

Facebook Comments