Vício de tirar ‘selfies’ pode provocar problemas mentais, alerta médica

 

Mania de tirar a própria foto e publicar pode gerar distúrbios mentais
Mania de tirar a própria foto e publicar pode gerar distúrbios mentais

A moda de tirar autorretratos com celulares,  mais conhecido como ‘selfie’, e divulgar na Internet pode levar a problemas  mentais, como depressões ou paranoia, se não se obtiver reconhecimento público,  advertiu uma médica tailandesa.

“Prestar demasiada atenção às fotografias publicadas, controlando quem
as vê ou a quem agrada ou comenta, com a esperança de atingir o maior número  de ‘likes’ [gostos] é um sintoma de que as ‘selfie’ estão a provocar um  problema”, disse a especialista Panpimol Wipulakorn, do departamento de  saúde mental tailandês, citada pela Efe.

A médica assinalou que tais comportamentos poderão derivar em problemas  cerebrais no futuro, especialmente naqueles que estão relacionados com falta de confiança própria.

“As ‘selfies’ causam um impacto na vida de cada indivíduo. Publicar
fotos para encontrar a aprovação dos colegas está na natureza do homem.
Se fazemos algo e encontramos uma pequena recompensa, voltaremos a repetir  o ato”, explicou.

No entanto, esta recompensa, que é alcançar a aceitação social tem diferentes  efeitos, dependendo da pessoa: alguns contentam-se obtendo poucos ‘likes’,  outros “necessitam” de atingir o máximo que puderem e ficam “viciados” neste  reconhecimento social, adianta Panpimol.

As pessoas que não atingem a quantidade de apoios esperados optam por
publicar uma nova ‘selfie’, mas se a resposta continuar a ser negativa isso
poderá afetar a confiança ou criar pensamentos negativos sobre si mesmo.

A segurança e a autoestima são cruciais para o desenvolvimento do indivíduo  para alcançar a felicidade e a satisfação pessoal, aponta a médica tailandesa.

A carência causa ansiedade, dúvidas e a infelicidade do individuo, os
quais podem derivar em problemas maiores como a paranoia, depressão, comportamentos  ciumentos e personalidade suscetível, acrescenta.

A palavra ‘selfie”, que designa uma foto que tiramos a nós próprios
e que habitualmente colocamos nas redes sociais, foi eleita como a “palavra  do ano 2013” pelos dicionários de Oxford de língua inglesa.

Uma das ‘selfies’ mais célebres do momento foi tirada pelo Presidente
dos Estados Unidos, Barack Obama, junto aos seus homólogos do Reino Unido,  David Cameron, e Dinamarca, Hell Thorning, durante o funeral do antigo chefe  de Estado sul-africano e prémio Nobel da Paz, Nelson Mandela.

A médica tailandesa sublinha que, além dos danos pessoais, as ‘selfies’
também podem ter impacto no crescimento de países em desenvolvimento. Isto  porque a falta de confiança dos jovens pode criar uma nova geração “sem  liderança”, de pessoas “sem capacidade criativa e inovadora”.

Por isso, hábitos como ser observador, praticar esportes e ter atividades
com familiares e amigos, ir ao cinema ou viajar, são algumas das ideias
defendidas pela médica para combater o vício das ‘selfies’.

Facebook Comments