versaDe Porto Velho (RO), a Versalle traz para o SuperStar a canção autoral “Verde Mansidão”, composta pelo vocalista Criston Lucas. De cara, o grupo prende a atenção dos jurados. Paulo Ricardo é o primeiro a dar “Sim”, seguido por Sandy. Thiaguinho dá “Não” e justifica: “Gostei muito no começo e talvez tenha ficado esperando mais do refrão. A música autoral dá essa responsabilidade, mas quando chegou no refrão, eu não senti essa energia”.

Ao contrário dele, Sandy garante que curtiu o som do grupo: “Gostei do refrão. Não tem aquela coisa pop de todo mundo cantar junto, mas eu achei ousado”, resume. “É uma banda coesa. Tem algo nostálgico de Jovem Guarda com um pouco de Los Hermanos. Com certeza vocês já têm uma sonoridade própria. Infelizmente minha cota de afilhados está completa”, conta o jurado Paulo Ricardo. Eles, então, ficam com Sandy como madrinha. Os músicos conquistaram 71% dos votos com a apresentação.

O guitarrista Romulo contou, enquanto esperava a hora de subir ao palco, que o grupo escolheu a música que percebe ter mais impacto junto ao público, nos shows. “Também foi a música que enviamos na inscrição, então tem uma carga de emoção muito forte. Traduz bem o que gostamos de passar em nossas letras”. Ele também contou o que mudou na vida do grupo depois de ter sido aprovado para participar o programa: “Mudou nossa vida, nosso cotidiano. A gente vive esse sonho desde o dia em que recebemos a ligação. É a nossa chance de poder viver de música. Onde a gente vive, é muito difícil uma banda autoral ganhar grana. O SuperStar representa a possibilidade de tornar concreto o nosso sonho de viver da música”.

Baixe aqui o aplicativo do SuperStar para iOS (iPhone e iPad)

Baixe aqui o aplicativo do SuperStar para Android

Veja mais no Gshow!

Facebook Comments