Vereadora Cláudia de Jesus: não trairei o povo de Ji-Paraná
JI-PARANÁ-RO- Quase 20 anos depois, o PT sonha em voltar a administrar Ji-Paraná, o município mais importante da BR-364. Eleito vice-prefeito na chapa com Acir Gurgacz a prefeito em 2000,  Leonirto (mais conhecido como “Nico do PT”) assumiu em 2002 quando Gurgacz se lançou ao Senado Federal. De lá para cá o PT elegeu apenas vereadores.
Eleita vereadora em 2016, Cláudia de Jesus (PT), lançou sua pré-candidatura a prefeita de Ji-Paraná. Há 35 anos morando no município, Cláudia de Jesus que veio do Paraná, cresceu, estudou e se formou em Administração. Ela segue carreira iniciada pelo pai, ex-deputado  federal Anselmo de Jesus (PT).
“Essa decisão coletiva de vários segmentos do nosso Município nos propôs um grande desafio: deixar a reeleição à vereadora para ser pré-candidata a prefeita de Ji-Paraná. Considerando que meu projeto nunca foi por vaidade pessoal, mas sempre atendi decisões coletivas, aceitei e honrarei com muita dedicação e trabalho esse chamado.
Nossa vida pública sempre transparente, responsável e com muita disposição em buscar soluções para os mais diversos problemas do nosso Município, é notória pela nossa atuação nos mandatos do deputado federal Anselmo de Jesus (2003-2011) e nas inúmeras ações desenvolvidas como Secretária Municipal de Agricultura (2013-2016), somado ao nosso desempenho como vereadora (2017-2020), onde temos cumprindo com o nosso dever sem jamais envergonhar nossa gente”, declarou.
De acordo com Claudia de Jesus, ela já tem experiência suficiente para a administrar Ji-Paraná. “Nossas experiências vivenciadas, tanto no executivo quanto no Legislativo, nos habilita a esse desafio. Temos conhecimento suficiente para empreender bons projetos em todas as áreas e fazer muito por Ji-Paraná. Quem me conhece sabe que não sou de investir em mesa grande e poltrona de luxo, pois não fico sentada em gabinete esperando soluções caírem do céu. Gosto da reunião ao ar livre nas Associações de Produtores Rurais e associações de bairros e nas ruas, da conversa ‘olho no olho”, nos “gritos da terra” e nas “marchas das margaridas”, ouvindo nosso povo, sofrendo junto e lutando por suas demandas”, pontuou.
Claudia de Jesus aposta no diálogo com todos os setores. “A capacidade em dialogar com os diversos seguimentos define o político da atualidade. O radicalismo político partidário limita a atuação, e, ninguém deveria governar para um grupo específico de pessoas”, destacou.
Para Cláudia de Jesus, um Chefe do Executivo deve governar para todos, sem discriminar qualquer que seja o segmento ou grupo. “Daí que a nossa pré candidatura e o nosso atual mandato, tem inúmeros apoiadores desprovidos de paixões partidárias, e, que nos apoiam pelo simples e importante fato de acreditar em nossas potencialidades e confiar sem reservas em nossa pessoa, em nossa conduta e virtudes”, disse.
Não vai trair o povo de Ji-Paraná
Ela quer fazer mais como prefeita, já que como vereadora há limitações. “Acreditamos que é possível fazer muito mais pelo nosso povo. O mandato de vereador tem limites de atuação proporcionando, dentre outros, fazer indicações de obras e serviços e cobrar resultados, no entanto, depende muito do Prefeito acolher e atender. As nossas boas intenções, vontade e coragem precisam ampliar-se em favor daqueles que mais precisam de políticas públicas. Considerando que não trairei nosso povo, pois estarei concluindo o mandato de Vereadora, vez que sou contra deixar Mandato pela metade. Estou pronta para o desafio na certeza de que dias melhores virão”, finalizou.

Os pré-candidatos

 Além de Cláudia de Jesus (PT), são pré-candidatos: Dr. Silmar (PSL), Ari Saraiva (PSB), Isau Fonseca(MDB), Cabo Jhony Paixão (PRB), André da CDL, Edinho Fidélis (PP), Licomédio Pereira (Solidariedade), Affonso Cândido (DEM), João Durval (PP), Laerte Gomes(PSDB), Airton Gurgacz (PDT) e Marcito Pinto (PDT), candidato à reeleição.
Fonte: Mais RO
Facebook Comments