Venezuela: Nicolás Maduro desafia oposição a ir às urnas para ver quem recebe mais votos

O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, propôs segunda-feira (20) a realização de eleições antecipadas à Assembleia Nacional, controlada pelo líder opositor Juan Guaidó, que se declarou presidente interino e foi reconhecido por mais de 50 países, após denunciar que a reeleição presidencial foi fraudulenta. As informações são do Estadão.

A oposição obteve a maioria nas eleições legislativas de 2015, mas teve suas funções vetadas pelo governo chavista. As próximas eleições legislativas estavam previstas para o final de 2020.

A oposição obteve a maioria nas eleições legislativas de 2015, mas teve suas funções vetadas pelo governo chavista. As próximas eleições legislativas estavam previstas para o final de 2020.

“Vamos realizar eleições e vamos legitimar a única instituição que não foi legitimada nos últimos cinco anos. Vamos adiantar as eleições para a Assembleia para saber quem tem mais votos. Eleições já”, desafiou, acrescentando: “Quem vai ganhar? O povo chavista, cristão e revolucionário”.

O ditador fez o desafio durante um ato pelo aniversário de sua reeleição à presidência, considerada fraudada por mais de 50 países.

Noruega
Maduro também falou sobre o diálogo na Noruega com os enviados de Guaidó. “Mantivemos a primeira jornada com a mediação do governo da Noruega, no norte da Europa, e foi muito positiva”, afirmou.

No entanto, ele acrescentou que não é “um bobalhão, um inocentão”. “Creio na paz, mas estou preparando o povo para defender a pátria como for preciso, com a força armada unida e coesa, com as milícias e o povo treinando”, ameaçou.

Fonte: Metrópoles

Facebook Comments