Vasco contrata estudos para avaliar mudança para clube-empresa

Vasco anunciou nesta terça-feira (21/12) que contratou estudos para avaliar a possibilidade de se tornar clube-empresa no futuro. Está no radar do time repetir o caminho do Cruzeiro, que se enquadrou na constituição da Sociedade Anônima do Futebol (SAF), elaborada por lei aprovada neste ano.

O pontapé inicial foi dado em reunião realizada na noite de segunda-feira (20/12), na qual o Conselho de Beneméritos e Conselho Deliberativo deram permissão à atual diretoria administrativa para contratar estes estudos.

De acordo com o Vasco, os estudos envolvem “a elaboração de parecer jurídico sobre a operação, incluindo proposta de Estatuto Social da SAF; o detalhamento e valoração dos contratos e ativos ligados ao futebol que seriam transferidos do clube para a SAF; a estrutura administrativa e de governança da SAF; a estrutura e receitas do clube após criação da SAF”.

A ideia já vinha de algumas semanas dentro do clube. No fim de novembro, a diretoria administrativa pediu formalmente aos Conselhos permissão para avaliar a constituição da SAF. A SAF é um tipo societário criado pela Lei n.º 14.193, de 6 de agosto de 2021, que permite a um clube constituir empresa para cuidar do futebol, com regime tributário simplificado e normas de governança que visam uma gestão mais profissional e transparente

“O Vasco entende que a criação da SAF é a medida mais adequada para se obter, a um só tempo, o saneamento das finanças do clube e a realização de investimentos no futebol, pois esse regime jurídico oferece instrumentos para captação de recursos financeiros a um custo inferior do que aquele hoje disponível para o clube no mercado”, disse a diretoria, em comunicado.

O presidente Jorge Salgado informou que o clube também vai criar uma comissão para acompanhar o projeto SAF, com a participação de conselheiros, beneméritos e membros da diretoria.

“A constituição da SAF é um passo fundamental para que o Vasco recupere a capacidade de investir no futebol e também equilibre suas finanças em definitivo. Nossa indústria vai passar por um processo inexorável de profissionalização com rápida transformação. Aqueles que se organizarem primeiro terão uma importante vantagem competitiva, principalmente um Gigante do tamanho do Vasco que é um clube nacional com potencial extraordinário. Vamos trabalhar duro para apresentar o melhor projeto do mercado”, declarou o presidente.

Fonte: Metropoles