Paralisações e protestos reunirão trabalhadores das mais diversas áreas de Norte a Sul do Brasil

A Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) mobilizou seus mais de 750 sindicatos filiados em todo o Brasil para as paralisações desta sexta-feira, 28. Trabalhadores das mais variadas categorias cruzarão os braços e se reunirão em atos em defesa dos direitos trabalhistas, contra os ataques à Previdência e contra os retrocessos.

Confira algumas das categorias e locais de mobilização com a participação da CSB em várias capitais do País:

 

– Rondônia: manifestação nas Três Caixas D’Água (cartão postal de Porto Velho).

Categorias: servidores públicos, mototaxistas, rodoviários, transportes, estivadores.

 

– Acre: manifestação em frente ao palácio Rio Branco, às 8h. Às 9h, irão descer para o terminal urbano da capital (os ônibus vão parar).

Categorias: saúde, educação, servidores, mototaxistas, transporte escolar, rodoviários.

 

– Amazonas: concentração a partir das 9h na Praça da Polícia, no centro de Manaus.

Categorias: taxistas, mototaxistas, professores, agricultores, pescadores, além de quilombolas e indígenas.

 

– Mato Grosso do Sul: manifestação a partir das 8h na Praça Ari Coelho, em Campo Grande.

Categorias: trabalhadores dos Correios, vigilantes, movimentadores de mercadorias, publicitários, bancários e da educação.

 

– Mato Grosso: a manifestação vai começar na Praça Ipiranga, em Cuiabá, seguida por uma caminhada.

Categorias: trabalhadores dos transportes, bancários, servidores públicos, Judiciário, Legislativo, educação, agentes penitenciários, defesa agropecuária, peritos criminais, petroleiros.

 

– Espírito Santo: a manifestação da CSB e demais centrais ocorrerá em diferentes pontos da capital Vitória.

Categorias: servidores municipais e estaduais, trabalhadores rodoviários, aquaviários.

 

– Minas Gerais: em Juiz de Fora, as diversas categorias vão se mobilizar na Praça da Estação, às 10h. Várias cidades no interior de Minas vão parar, com destaque para atos no Triangulo de Minas, no sul e no norte do estado. Em Belo Horizonte, a manifestação central será na Praça Sete de Setembro.

Categorias: servidores, trabalhadores do transporte, educação, sistema previdenciário, metalúrgicos, trabalhadores da área da segurança do trabalho, policias federais.

 

– Ceará: manifestações em diversos pontos da capital e ato unificado no aeroporto de Fortaleza

Categorias: agentes penitenciários, taxistas, servidores, estivadores, policias federais.

 

– Rio de Janeiro: na Cinelândia, a partir das 8h.

Categorias: servidores, trabalhadores da área saúde, informática, contabilistas, auditores fiscais.

 

– Pará: em Belém, na Praça da República; no centro da cidade de Rondon do Pará e no centro de Castanhal.

Categorias: trabalhadores rurais, carvoeiros, veterinários, turismo, servidores.

 

– Paraíba: em João Pessoa, ato público a partir das 14h.

Categorias: enfermeiros, odontologistas, frentistas, servidores, trabalhadores da construção civil.

 

– Bahia: saída do Porto da Barra em direção ao Cristo de Salvador – a partir das 8h.

Categorias: movimentadores de mercadorias, servidores, transporte, policiais, contabilistas, tecnologia da informação.

 

– Goiás: manifestação na frente ao Detran de Goiás, em Goiânia, das 8h às 10h; após às 12h, ida ao setor de delegacias especializadas; em seguida, praça cívica de Goiânia.

Categorias: movimentadores, policiais civis, instrutores de autoescola.

 

– São Paulo: em pontos diversos da capital, na avenida Paulista no cruzamento com a Brigadeiro; em diversas cidades do estado, como Guarulhos, Itatiba, São José dos Campos, Bauru etc.

Categorias: vestuários, servidores, segurança pública, tecnologia da informação, educação, trabalhadores da área da saúde, transportes.

 

– Paraná: Paralisação do Sistema S, clubes recreativos, Apaes, policias, transportes.

 

– Distrito Federal: em Brasília, na praça do Museu da República, às 10h, e na Rodoviária. Policiais estarão concentrados especificamente junto com a UPB (União dos Policiais do Brasil).

Categorias: agentes penitenciários, policiais, servidores públicos federais, educação, rodoviários, metroviários, movimentadores de mercadorias, bancários, servidores da saúde, servidores da Nova Cap, aeroviários. Ao todo, 25 categorias irão parar no DF.

 

– Rio Grande do Sul: concentração às 9h30, no Largo Glenio Peres, em Porto Alegre.

Categorias: administradores, contadores e contabilistas, serviço social, engenheiros, técnicos agrícolas, médicos veterinários, odontólogos.

 

– Cidades do interior: dezenas de sindicatos, das diversas categorias, estão organizando paralisação em suas cidades pelo interior do Brasil. Acompanhe no site da CSB as principais informações.

 

Facebook Comments