Arruaceiros provocaram tumulto nas ruas de Milão e Turim com o pretexto de protestar contra novas medidas de restrições em razão de uma possível segunda onda da Covid-19 na Itália.

Lojas foram saqueadas e a polícia reagiu com bombas de gás lacrimogêneo.

“Liberdade, liberdade, liberdade”, gritavam os manifestantes em Milão.

Nos últimos dias, academias, cinemas e piscinas públicas foram fechadas na tentativa de frear o novo coronavírus. Bares e restaurantes estão tendo de parar de funcionar mais cedo.

Fonte: O Antagonista

Facebook Comments