Em pronunciamento na madrugada desta quarta-feira (4), o presidente Donald Trump afirmou que ganhou a eleição e irá recorrer à Suprema Corte para segurar a contagem de votos e impedir que uma fraude aconteça.

“Queremos que a lei seja usada de maneira adequada, por isso iremos ao supremo tribunal dos estados unidos. Queremos que todas as votações parem”, disse. “Não queremos que eles encontrem cédulas às quatro da manhã e as adicionem à lista”, disse trump.

A Pensilvânia é considerada um dos estados chave para esta eleição. Autorização concedida pela Suprema Corte permite que votos que foram enviados até a data limite de terça-feira (3),que foi o dia da eleição, possam ser contados até a sexta-feira (6).

Isso deve fazer com que os resultados no estado demorem mais do que o normal a serem conhecidos.

No entanto, a Suprema Corte americana proíbe expressamente o recebimento de ballots (votos) após o fechamento dos colégios eleitorais. Trump alertou sobre essa fraude antes mesmo da campanha.

“Estamos muito grandes, mas eles estão tentando roubar a eleição. Nunca vamos deixá-los fazer isso. Os votos não podem ser lançados após o encerramento das votações!”, disse Trump em tweet que inclusive foi censurado pela rede social.

A vitória de Trump depende muito da Pensilvânia, onde o procurador-geral, democrata, afirmou que se todos os votos fossem contados, Biden ganharia.

Fonte: Terça Livre

Facebook Comments