Tristeza: morre mãe com câncer que alimentava seus filhos com macarrão instantâneo

Após uma imensa batalha, a dona de casa Lucilene Brito, de 33 anos, que lutava
contra um câncer no útero, não resistiu e morreu na madrugada do último sábado (30),
no Hospital de Emergência de Macapá.

Mãe de quatro filhos pequenos, a mulher teve a história contatada pelo portal SelesNafes.com quando só tinha um macarrão instantâneo para comer com sua
família. Milhares de pessoas solidárias se uniram para ajudar Lucilene, que menos de 24h após a reportagem já tinha remédios, eletrodomésticos e diversos alimentos para colocar na mesa de seus filhos.

A mulher e a família são da comunidade de São Sebastião, ilha que pertence ao
município de Afuá, no interior do Pará, mas tinham chegado recentemente na
capital em busca de cuidados médicos. Lucilene apresentou problemas no colo do
útero após o nascimento do filho caçula, que está com 1 ano e 4 meses. Os outros
filhos têm 4, 6 e 10 anos.

A reportagem esteve na manhã de sábado na residência da família, que detalhou
os últimos dias de vida da mulher.

“Ela foi internada quinta-feira (28), de noite, com a barriga e a perna muito
inchadas. Ela estava azul. O câncer já estava muito avançando. Não foi por falta de
ajuda, a população ajudou muito e estávamos aguardando os exames que sairiam
segunda-feira. Ela disse que queria vir embora do hospital para se despedir
e morrer perto dos filhos, parece que estava pressentindo o que ia acontecer,
porque dizia que não tinha mais cura”, detalhou o cunhado, Isaías Pereira.

Isaías, cunhado de Lucilene

Visivelmente abalado, o marido Moisés Cabo Verde ficou ao lado da mulher a todo
momento no hospital, junto com as cunhadas. Agora ele pretende conseguir um
emprego para sustentar os 4 filhos e colocá-los para estudar, em Macapá.

“Não pretendo deixar meus lhos no interior, ela [Lucilene] me pediu antes de
morrer para não me separar dos nossos filhos e cuidar deles. Pretendo arrumar
trabalho aqui [em Macapá] para sobreviver e também será melhor para educação
dos meninos, farei isso por ela e por eles”, comentou.

Agradecimento

Moisés fez questão de agradecer a cada pessoa que ajudou a família e sua esposa
na tentativa de restabelecer sua saúde.

“Agradeço a todos que nos ajudaram, de coração. A Dedeca [Lucilene] passou seus
últimos minutos feliz porque via que a ajuda tava chegando para as crianças e pra
ela. Infelizmente, partiu, mas foi da vontade de Deus e com a ajuda Dele vamos
fazer homenagens para ela e tentar seguir a vida”, finalizou.

Facebook Comments