TRE DECIDE NESTA SEGUNDA DESTINOS DE ANA DA 8 E BETO BABA: OPERAÇÃO APOCALIPSE

Ana da 8 agora se vira nos 30
Ana da 8 agora se vira nos 30

O relatório do juiz Juacy dos Santos Loura Junior, que trata do recebimento da denúncia contra a deputada estadual Ana da 8 e Alberto Ferreira de Siqueira, o Beto Baba, sobre negociação do mandato com supostos criminosos, será apreciado pelo Tribunal Regional Eleitoral, na próxima segunda-feira. A sessão, marcada para as 16h, será realizada no plenário do Tribunal de Justiça, na rua José Camacho, 585, bairro Olaria, em Porto Velho. A mudança de endereço ocorre temporariamente devido às alagações no prédio da Corte Eleitoral, em decorrência da cheia do rio Madeira.

Como medida de urgência, o presidente do TRE-RO, desembargador Moreira Chagas transferiu toda a estrutura para o Complexo Rio Madeira (novo palácio do governo), na avenida Farquar, antiga secretaria das esplanadas. Moreira Chagas disse ainda que, enquanto a situação perdurar, as sessões ocorrerão no TJRO nos mesmos moldes que eram feitas no TRE-RO.

A apreciação do relatório consiste no desdobramento da Operação Apocalipse, que no ano passado resultou na prisão de cinco vereadores (todos já soltos) e no afastamento do cargo de cinco deputados. Testemunhas apontam que Ana da 8 teria recebido vultuosa quantia de “Beto Baba”.
No julgamento feito pela Comissão Parlamentar Processante em dezembro, o presidente ds ALE, Hermínio Coelho foi inocentado da denúncia de quebra de decoro, enquanto os outros quatro parlamentares foram punidos com pena de censura escrita (Jean Oliveira) e suspensão do mandato por dois meses, a contar de 1º de janeiro de 2014, para Cláudio Carvalho; e de seis meses para Adriano Boiadeiro e Ana da 8. Os afastados ficarão sem verba de gabinete e deverão exonerar seus servidores.

Em recente entrevista ao Diário, Hermínio disse que a punição não foi iniciada porque o relatório ainda precisava ser votado em plenário após o recesso. As atividades na ALE foram retomadas na última terça-feira. Mas nada foi comentado. (Da Redação e AI)

Fonte: Diário da Amazônia

Facebook Comments