O Superatacado Nova Era iniciou esta semana a entrega de 37 toneladas de alimentos doados pelo supermercado, durante a live da cantora Marília Mendonça, no último dia 08 deste mês. Serão beneficiadas famílias em situação de vulnerabilidade social e 21 instituições filantrópicas, sendo 09 de Manaus/AM, 05 de Porto Velho/RO e 07 de Boa Vista/RR, cidades onde o superatacado tem unidades.

Em Porto Velho, as entidades beneficiadas são Casa de Apoio Acácia Amarela, Casa do Ancião São Vicente de Paula, Unidade de Acolhimento Institucional Lar do Bebê, Associação de Pais e Amigos dos Toxicômanos de Rondônia e Hospital Santa Marcelina.

Em Manaus, estão sendo entregues cestas básicas para as seguintes instituições: Coração do Pai, Lar das Marias, Abrigo Moacyr Alves, Instituto Solidário pela Vida, Lar Batista Janell Doyle, Casa Vhida, Associação de Desenvolvimento Sócio Cultural Toy Badé, Conselho Regional dos Músicos do Estado do Amazonas e Grupo Amigos do Cacau Pirêra. Em Boa Vista, as cestas estão chegando ao Grupo Gratitude, Amigos do Sorris o, Rotar y, Instituto Pirilampos, Amigos do CBV, Família que Acolhe e Asstemerr.

Em Manaus, a logística de doação contou com a parceria da Fábrica de Eventos, que representa a cantora Marília Mendonça na cidade. A empresa é responsável por entregar as cestas a algumas famílias que não estão cadastradas em instituições sociais, mas que necessitam de ajuda, na capital amazonense.

O gerente do Superatacado Nova Era em Manaus, Sérgio Lombardi, reforça que a união é primordial nesse momento
O gerente do Superatacado Nova Era em Manaus, Sérgio Lombardi, reforça que a união é primordial nesse momento | Foto: Divulgação/Nova Era

O gerente do Superatacado Nova Era em Manaus, Sérgio Lombardi, reforça que a união é primordial nesse momento. “O que o mundo está vivendo nesses meses é algo que ninguém imaginava que fosse acontecer e a maneira que temos para enfrentar essa crise é unindo os esforços, se ajudando”, afirmou.

O gerente do Nova Era em Porto Velho, Wilson Soares, acredita que, se cada um fizer sua parte, mais rápido esse período de isolamento vai passar. “Quem tem condições de ajudar as pessoas que estão sem poder trabalhar e se sentir sensibilizado, faça isso. Juntos somos mais forte”, ressaltou.

O psicólogo do Instituto Solidário Pela Vida, de Manaus, Fernando Costa, ressalta que a doação chegou em ótima hora e vai beneficiar mais de 170 famílias em situação de vulnerabilidade social que moram no bairro Gilberto Mestrinho. Ele explica que são famílias chefiadas principalmente por mulheres que, no momento, estão desempregadas. “Com esses alimentos vamos poder aliviar um pouco a  preocupação dessas pessoas que estão impossibilitadas de trabalhar por conta da pandemia”, disse. O Instituto Solidário Pela Vida oferece acompanhamento com psicólogos e assistentes sociais, cursos, palestras, rodas de conversa e realiza passeios culturais com as famílias atendidas.

Outra instituição beneficiada em Manaus é o Lar das Marias que dá suporte a mulheres com câncer. A coordenadora Lúcia Regina Rodrigues agradece a doação que, segundo ela, irá beneficiar as 19 mulheres que atualmente estão em tratamento de câncer e que residem no Lar e as pacientes e seus acompanhantes do interior, que devem chegar nos próximos dias. Também receberão as cestas as famílias em situação de vulnerabilidade social cadastradas pela instituição.

Em Porto Velho, uma das instituições beneficiadas é a Casa de Apoio Acácia Amarela, que dá suporte a pacientes com câncer. A administradora da instituição, Fabiana Lima, conta que, assim como aconteceu nas demais entidades, o número de doações reduziu bastante nesse período de pandemia. “Já estava faltando vários itens na nossa dispensa e com a doação do Nova Era vamos ficar mais tranquilos, sabendo que vamos poder continuar alimentado os pacientes e seus acompanhantes. Agradecemos muito por terem lembrando da Casa de Apoio Acácia Amarela”, frisou.

Em Boa Vista a coordenadora geral do Grupo Amigos do Sorriso, Marília Mesquita, também agradece a doação que vai beneficiar muitas famílias que estão precisando nesse período, principalmente, por estarem sem poder trabalhar seguindo as recomendações dos órgãos de saúde.

*Com informações da Assessoria

Facebook Comments