bragaaCom base nos casos de sucesso de empresas públicas e privadas na adoção de ferramentas de gestão da qualidade e para seguir a determinação do governador Confúcio Moura de modernizar os serviços públicos prestados, a equipe da secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog) desenvolveu um instrumento que acompanha de forma minuciosa cada ação, projeto e atividades desenvolvidas por gerentes e servidores no âmbito da instituição.

O método para formulação do Sistema de Gestão de Projetos (Sigep), ferramenta que permite o acompanhamento online do andamento das ações, partiu da metodologia 5w2h.  São perguntas como ‘Que ação será executada?’, ‘Quem irá executar/participar?’, ‘Onde será executada?’, ‘Quando?’, ‘Por que?’, ‘Como? ’ e ‘ Quanto custa’.

Segundo o secretário da Sepog, George Braga, sucesso vem com conhecimento, trabalho e equipe, e o controle das ações é um das principais atitudes que direciona uma organização a prestar um serviço de qualidade. “No ciclo PDCA, os princípios são planejar, organizar, executar e controlar”, exemplificou referindo-se a outra ferramenta de qualidade utilizada para facilitar a tomada de decisões e alcance de metas. “Se não controlamos nossas ações podemos perder todo um trabalho. Pessoas fazem isso em casa e empresários em suas empresas, por isso cada secretaria pode utilizar esse método também”, concluiu.

Segundo o governador Confúcio Moura, o estado precisa implantar normas e princípios a serem seguidos por equipes técnicas, gerando uma rotina que resulte em qualidade nos serviços prestados. Em nível de Estado, o monitoramento e acompanhamento de projetos prioritários já são realizados através das reuniões mensais da Agenda Integradas de Resultados (Agir).

Fonte
Texto: Jane Carla
Fotos: Internet
Decom – Governo de Rondônia

Facebook Comments