NAIARANo dia 24 de Janeiro de 2013, uma quinta feira, feriado como hoje,  em Porto Velho. Cidade completamente  parada. Teoricamente seria um dia para se ficar descansando em casa, junto de seus familiares. Almoço com a família…
Uma Auto Escola funcionando em pleno feriado quando nem o Detran estava funcionando. Tudo passa pelo Detran! Porque então chamar a jovem para fazer aula naquele dia? Era tudo uma trama diabólica para ceifar a vida de Naiara!
 
Um estuprador preso, réu confesso, julgado e condenado a 24 anos de prisão em regime fechado. Dois outros réus estão presos esperando julgamento. Um quarto personagem, apontado como o intermediador do crime,  ficou foragido por quase um ano, e do nada ,apareceu em audiência no fórum da capital, se declarou inocente e foi liberado pela justiça.  
O grande mistério desse bárbaro crime é sobre um(a) suposto(a) mandante. A policia não dá declaração para a imprensa. Os envolvidos também são proibidos de falar sobre o andamento do caso. E assim, a família que teve que abandonar sua vida aqui em Porto Velho, segue sua saga a procura de justiça. Justiça, que segundo o pai da vitima, Sr. Paulo Cesar Freitas: É a justiça de Deus, que tarda mais não falha, e tudo que aqui se faz, aqui se paga.
Dois anos que se foram, mas parece que estou sempre olhando ela chegar e entrar pelo portão como ela sempre fazia. Se você soubesse a agonia que a gente tem" Paulo Freitas, pai da vítima
Dois anos que se foram, mas parece que estou sempre olhando ela chegar e entrar pelo portão como ela sempre fazia. Se você soubesse a agonia que a gente tem”
Paulo Freitas, pai da vítima

Mensagem postada no perfil do pai da jovem, na rede social Facebook

“24/01
Meu anjo que Deus me deu, minha filha querida que me trouxe muita alegria, meu amor que eu nunca vou esquecer. Passe o tempo que passar estarei aqui sempre te amando.
Sei que um dia vamos nos encontrar de novo. Te abraçar é o mais que quero Nai. Mas a vida tem destas coisas, nunca sabemos quando vai acontecer, sabemos que a morte é inevitável, mas a sua foi muito cruel. Quem mandou fazer isso com você não tem coração nem alma, é um ser desumano, sem escrúpulos nem valor nenhum…Mas como diz o ditado popular: “Tudo que aqui se faz, aqui se paga”. 
Dois anos sem você, sem o teu sorriso, nossas risadas e brincadeiras, só restando saudade e dor, um vazio imenso na alma…
Te amo Naiara, estarei sempre orando por ti.
Eternamente, tua família Paulo, Linara, Lunior e Tammy.”
 
Ninguém é capaz de mensurar a dor dessa família. Por mais que você já tenha passado por drama semelhante, mesmo assim seria impossível….
Mais Ro com Blog do Caldeira
 

 

Facebook Comments