Senador de Rondônia vai trabalhar com camisa do Flamengo e internauta vê Lula Livre

BRASILIA- O jogo entre Flamengo e Grêmio pela semi-final da Taça Libertadores da América, nesta quarta-feira, 23, no Maracanã, parecia começar quebrar a censura política nos campos de futebol com uma manifestação pela liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Aos 41 minutos do primeiro tempo, Bruno Henrique marcou o primeiro gol do Flamengo e, na comemoração, fez um L para a torcida. O símbolo é marca registrada da campanha pela liberdade do ex-presidente Lula no mundo inteiro. A comemoração, no entanto, foi em homenagem ao filho do jogador, Lorenzo.

Já na manhã de hoje, o senador Confúcio Moura (MDB-RO) foi trabalhar com uma camisa do Flamengo por baixo do paletó, além de uma gravata vermelha. Ele é, claro, flamenguista roxo, digo, vermelho.

Facebook Comments