O delegado de Polícia Civil da Divisão de Flagrantes da capital, Silvio Stanley Talhari, determinou a prisão em flagrante delito, sem direito a fiança, do jovem H.E.B.J., 20 anos, que atropelou o vendedor de picolé, ainda não identificado, na noite de domingo (2), na BR-364, sentido Candeias do Jamari, em Porto Velho.

De acordo com a Polícia Civil, após ouvir os policiais rodoviários federais e testemunhas, foi constatado que rapaz estava sem Carteira Nacional de Habilitação – CNH e sob o efeito de bebida alcoólica.

Ele vai responder pelos crimes de homicídio culposo no trânsito, majorado pela falta da permissão para dirigir ou carteira de habilitação e por praticá-lo sobre a faixa de pedestres e qualificado pela embriaguez alcoólica na direção.

O local da colisão foi na faixa de pedestre, por onde o vendedor de picolé pretendia fazer a travessia da rodovia. O carro de picolé ficou totalmente destruído no local. De acordo com equipe da Polícia Rodoviária Federal, a vítima foi arremessada a uma distância de 40 metros.

A vítima não portava documentos no momento do atropelamento, mas o Instituto de Identificação Civil e Criminal já iniciou o trabalho de identificação papiloscópica do mesmo.

Os conduzido foi encaminhando ao sistema prisional, onde permanecerá a disposição da justiça.

Fonte: Mais RO

Facebook Comments