Seleção atinge série de marcas negativas em 2023

0
273

O 2 a 1 para a Colômbia na última quinta-feira consolidou a segunda derrota seguida da Seleção Brasileira nestas Eliminatórias. O resultado ruim em Barranquilla também fez a equipe atingir uma série de marcas negativas sob o comando de Fernando Diniz.

O revés no Estádio Metropolitano marcou a primeira vez que o Brasil foi superado pela Colômbia na história da competição. A Seleção também já tinha colaborado para outro adversário quebrar um tabu, quando o Uruguai derrotou o time por 2 a 0 na última Data Fifa e conseguiu sua primeira vitória contra os Canarinhos em 22 anos.

Os dois resultados também simbolizam a primeira vez na história que o Brasil perdeu duas partidas seguidas pelas Eliminatórias.

Também levando em conta o período em que Ramon Menezes assumiu interinamente, a Seleção faz o seu seu pior início de ciclo pós-Copa desde 2002. Neste ano, a defesa já foi vazada 13 vezes, o mesmo número de gols sofridos somando os anos 2020, 2021 e 2022.

Agora, Fernando Diniz terá alguns dias para tentar ajustar o time antes do próximo compromisso nesta Data Fifa. O Brasil voltará a campo na terça-feira, quando enfrentará a Argentina no Maracanã. O clássico está marcado para 21h30 (de Brasília).

Atualmente, a Seleção ocupa a quinta colocação na tabela das Eliminatórias, com somente sete pontos em cinco jogos. Em caso de outra derrota na próxima rodada, a equipe pode ser ultrapassada e ficar de fora da zona de classificação para a Copa do Mundo.

Fonte: terra