A Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec) tem sido um dos pilares do Governo de Rondônia no que diz respeito ao combate à Covid-19. Em que pese o fato da Saúde ser o foco principal neste momento, cabe aos agentes de fiscalização da Sesdec estar em campo a fim de manter a ordem e principalmente fazer valer as orientações estipuladas no Decreto nº 25.859, de 6 de março de 2021, que mantém estado de calamidade pública em decorrência dos danos causados pelo coronavírus.

Para isso, a Sesdec criou duas operações distintas, cuja finalidade principal é corroborar com o enfrentamento ao vírus e contribuir com a quebra do ciclo de contaminação, o qual sobrecarrega o sistema de saúde reduzindo consequentemente o número de leitos. Em uma das frentes está a Polícia Militar (PM) com a Patrulha Covid-19. De acordo com o titular da Sesdec, o coronel José Hélio Cisneiros Pachá, a PM tem feito diuturnamente averiguações de denúncias e participado de operações constantes de enfrentamento ao coronavírus. As Atividades são realizadas em todos os municípios do Estado.

A outra linha de operação é coordenada pelo Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Rondônia (CBM). Em parceria com a PM, além da Polícia Civil (PC), Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), da Superintendência Estadual de Comunicação (Secom), do Programa de Orientação, Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) e da Prefeitura de Porto Velho, por meio do Departamento de Vigilância Sanitária, Secretaria Municipal de Fazenda (Semfaz), Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) e Subsecretaria Municipal de Serviços Básicos (Semusb), essas operações são realizadas diversas vezes na semana desde o final do ano passado.

A população pode ajudar o Governo de Rondônia a coibir aglomerações e festas clandestinas denunciando pelos telefones 190, 193 e 197

O secretário da Sesdec explica que estas operações vão acontecer até o final da vigência do decreto que declara estado de calamidade pública em Rondônia. “Essas operações são realizadas como meio de orientar, conscientizar, mas também de coibir e reprimir aglomerações, tanto em locais públicos, como em estabelecimentos comerciais e inclusive em residências”, enfatiza.

Segundo a Sesdec, as forças policiais e o Corpo de Bombeiros têm recebido diversas denúncias de eventos clandestinos, que ocorrem tanto no perímetro urbano quanto nas áreas rurais e que os agentes da lei estão averiguando e combatendo esse tipo de situação. Uma das principais ações realizadas pelos agentes da Segurança Pública neste período de pandemia foi a operação “Todos pela vida”, que aconteceu na capital.

O secretário relembrou que um grupo composto por policiais militares, civis, efetivos do Corpo de Bombeiros e voluntários de outros órgãos do Governo do Estado e da própria sociedade civil organizada (todos os envolvidos não podiam fazer parte de grupos de risco) se juntaram para um trabalho social de conscientização via esclarecimento sobre as medidas sanitárias de prevenção contra a Covid-19, ações simples, mas que contribuem de forma eficiente com a quebra do ciclo de contaminação e consequentemente no estresse sobre a rede pública de saúde.

 

Fonte: Secom – Governo de Rondônia

Facebook Comments