Deputada federal Keiko Ota(PSB/SP) coordena a audiência em São Paulo.

Deputados federais vêm à capital paulista para conhecer novas tecnologias à disposição da Justiça.

Deputada federal Keiko Ota(PSB/SP) coordena a audiência em São Paulo.
Deputada federal Keiko Ota(PSB/SP) coordena a audiência em São Paulo.

“Sinto-me excluída de tudo. Deveriam informar mais sobre o que está ocorrendo”, lamenta Juraci, mãe de Tiago, vítima de latrocínio. Humanizar a participação das famílias no processo de investigação é uma das propostas para reformar o Código de Processo Penal, que tem sua primeira audiência pública marcada para a próxima sexta-feira (11), no Fórum Criminal Barra Funda, em São Paulo.

A programação inclui uma diligência dos deputados federais que analisam o novo Código, apresentando-os à audiência de custódia, aos recursos da sala de vídeo conferência, o funcionamento do Centro de Referência e Apoio à Vítima (CRAVI) e da carceragem para que possam colher informações e assim incrementar o novo Código.  Após o almoço, ocorre o debate entre operadores do Direito, organizações sem fins lucrativos e o público.

“A audiência é uma oportunidade para a sociedade civil de participar no combate à impunidade”, explica a deputada federal Keiko Ota(PSB/SP), que solicitou a audiência na capital paulista. Ota pondera que a reforma do Código não resolve a o problema da criminalidade, mas melhora a aplicação da lei sobre ele. O Projeto de Lei (PL) 8045/10, de autoria do Senado, que dispõe sobre o novo Código de Processo Penal, propõe a primeira reforma do Código desde a sua concepção, em 1941.

Programação da audiência pública em: https://www.facebook.com/events/333279610383258/

Serviço:
1ª Audiência do novo Código de Processo Penal em São Paulo
Dia 11 de novembro, a partir das 10h
Complexo Judiciário “Ministro Mário Guimarães” do Fórum da Barra Funda, plenário 10
Avenida Abraão Ribeiro, 313, Barra Funda, São Paulo.

Contato
Leandro Gaspar – leandrogspr@gmail.com
(11) 2092-3337

 

Facebook Comments