O Santos está negociando o retorno do atacante Robinho.

Próximo de um acordo com o Hamburgo, da Alemanha, para quitar a dívida pela contratação do zagueiro Cleber Reis e se livrar da punição da Fifa que o impede de registrar novos jogadores, o Santos intensificou as conversas para contratar Robinho. O atacante foi condenado, em 2017, por violência sexual na Itália – o caso está em recurso.

Nos últimos dias, dirigentes do Santos voltaram a negociar com Marisa Alija, advogada e representante de Robinho. A expectativa, agora, é de que uma reunião presencial seja marcada para a próxima semana.

O jogador está livre no mercado desde a saída do Basaksehir, da Turquia, no meio do ano, e já sabe do interesse do Peixe em contratá-lo.

Robinho, inclusive, recebeu sondagens no período em que está sem clube, mas nenhuma avançou. O atacante, então, segue em Santos à espera de uma investida mais concreta do Peixe, que pagará o Hamburgo nos próximos dias e poderá novamente contratar.

Cria do Santos, Robinho tem três passagens pelo clube. O atacante já disputou 246 jogos e marcou 109 gols pelo Peixe. Ele foi uma das estrelas do Alvinegro nas conquistas do Campeonato Brasileiro em 2002 e 2004.

O Rei das Pedaladas ainda voltou por mais duas vezes (2010 e 2014), quando conquistou o Paulistão (2010 e 2015) e a Copa do Brasil (2010).

Robinho foi condenado a nove anos de prisão por violência sexual na Itália. De acordo com a sentença o crime ocorreu em 22 de janeiro de 2013, ao lado de outros cinco homens, e a vítima é de origem albanesa. A condenação saiu em 2017, quando o atacante já havia deixado o futebol italiano – ele defendia o Atlético-MG à época.

Fonte: GE

Facebook Comments