Sensei Uichiro Umakakeba - Banzai - Foto Marcelo Gladson 024

No último final de semana no Colégio Terra Nova, em Porto Velho, o sensei Uichiro Umakakeba, 8º DAN, Associação de Judô de Bastos (SP), ensinou para os judocas rondoniense o treinamento Kangueiro 2016, também conhecido como Treinamento de Inverno. Na noite da ultima segunda-feira (01), o sensei Umakakeba esteve reunido com os judocas da Banzai Judô, da academia Athenas Pvh.

Sensei Umakakeba

Nasceu em Ichigi-Mura, Mie-ken, Japão, em 05 de janeiro de 1946;
1956 – vinda ao Brasil com 10 anos como imigrante;
Aluno do professor Tosuke Sugui a partir dos 12 anos;

Ficou fora das competições oficiais até 1968 quando recebeu o certificado de naturalização;

Foi recusado, pela idade, pelo professor Chiaki Ishii (Bronze olímpico – Munique). Após muita insistência foi aceito para morar na Academia da Lapa e treinar sob a orientação do professor Ishii;

No início de 1970, teve que voltar para Bastos, por causa da enfermidade de seu pai;
Em julho de 1972, casou-se com Linda Naomi Fukumori Umakakeba; em setembro, tornou-se professor de judô de Bastos, sucedendo o seu professor Tosuke Sugui.

O Atleta

– Campeão Paulista em 1963;
– 1968 foi campeão Paulista e 3º colocado no Brasileiro (71 kg – Londrina, PR);
– 1969, foi vice-campeão brasileiro (71 kg Rio de Janeiro, RJ);
– 1972 foi Campeão Brasileiro (71 kg – Salvador, BA);
– Em outubro de 1974 conseguiu o título de Bi Campeão Brasileiro e em dezembro, de
Campeão Ibero Americano. Um fato inédito na história da pequena cidade interiorana de Bastos. O povo bastense aplaudiu. Recebeu o 19º Troféu de Esporte Paulista, oferecido pelo Jornal Paulista;
– Campeão Brasileiro na categoria super master por 4 anos consecutivos (96-97-98-99).

O Mestre

Treinou seus alunos intensivamente, com o objetivo de torná-los campeões. Percursor no intercâmbio entre academias;

Foi convidado para realizar um estágio de 30 dias na Universidade Tsukuba, pela Fundação Brasil-Japão, em 1983;

A medida que surgiam campeões regionais, estaduais e nacionais entre os seus alunos, começaram a aparecer atletas de todo canto do Brasil, desejando ser treinados pelo professor Umakakeba;

Idealizou um Centro de Treinamento de Judô do Interior, onde os atletas pudessem ter um local para treinar e aprimorar as suas técnicas, sem precisar ir até a Capital;

Com a ajuda da comunidade bastense e da comunidade de judô de todo o Brasil, este sonho se concretizou, há 10 anos uma área de 3.000 m2, com tatame, cozinha, alojamento, etc., é ocupado exclusivamente para o judô.

Assim, realizou sonhos como atleta e como professor de judô; mas ainda não se acomodou.

Ainda hoje continua demonstrando a sua paixão pelo judô, comendo e dormindo junto com os estagiários do Projeto Bastos.

Fonte: Marcelo Gladson e Rádio Iterativa Tupã – Assessoria de Imprensa
Fotos Marcelo Gladson

Facebook Comments