Sancionada Lei que denomina ¨Ponte Rondon-Roosevelt¨ a ponte sobre o rio Madeira

Foi sancionada a Lei que denomina Ponte Rondon-Roosevelt a ponte sobre o rio Madeira que liga a BR-364, no estado de Rondônia, à BR-319, no estado do Amazonas, entre os Municípios de Porto Velho (RO) e de Humaitá (AM).

A iniciativa visa prestigiar o Marechal Cândido Rondon, por sua representatividade à integração nacional, e o ex-presidente norte-americano Theodore Roosevelt, ante a Expedição Científica Rondon-Roosevelt liderada por ambos, ocorrida entre 1913 e 1914.

Nessa ocasião, o intuito da expedição era seguir o curso do Rio da Dúvida para fins de determinar se era ou não afluente do rio Amazonas, o qual foi renomeado mais tarde de rio Roosevelt após a sua exploração, que no estado do Amazonas é conhecido atualmente como rio Madeira.

A Expedição Rondon-Roosevelt, patrocinada em parte pelo Museu de História Natural Americano, objetivou explorar o curso do Rio da Dúvida à época, em uma ação de integração do Brasil. Sob esse aspecto, ao ter sido nomeado como rio Roosevelt posteriormente, restou demonstrado ao povo brasileiro o seu interesse e fez com que os próprios compatriotas passassem a olhar com mais zelo pelo território.

A referida ponte, inaugurada em 15 de setembro de 2014, constitui um marco estratégico para ligar os estados de Rondônia e Amazonas ao possibilitar a interligação da Amazônia Ocidental. Dessa forma, tal medida promove o reconhecimento oportuno por meio da atribuição do nome dessas figuras históricas e públicas à ponte sobre o rio Madeira.

A sanção presidencial representa uma homenagem ao advento dos cem anos da expedição liderada por Marechal Cândido Rondon e Theodore Roosevelt, de modo que a denominação da “Ponte Rondon-Roosevelt” confere a simbologia de integração nacional.

Facebook Comments