sangue2Rondônia mais uma vez sai na frente e se prepara para o ‘Pré-Carnaval – dê um pulo no hemocentro’, que ocorrerá na próxima quinta-feira (16), em Porto Velho.

A iniciativa é do governo estadual e busca manter o estoque de sangue para atender as demandas nos períodos das férias e nos dias de folia. Mais de 30 blocos carnavalescos estão sendo convidados, além das escolas de samba. Na ocasião, os foliões poderão fazer suas doações de sangue e também o cadastro voluntário de medula óssea.

Se a meta é chegar até o cidadão que mais precisa, o Governo de Rondônia garante que não está medindo esforços para atender as necessidades da saúde no estado. Uma equipe coordenará o evento e colocará o bloco na rua. É o caso do Departamento de Trânsito (Detran), que estará fazendo blitz educativas.

O objetivo é diminuir os acidentes de trânsito e o número de vítimas nesse período de carnaval. Quando o cidadão sofre um acidente e precisa de atendimento cirúrgico, são reservadas duas bolsas de sangue para cada cirurgia. Sendo que em alguns casos mais complexos, podem ser usadas até mais de 20 bolsas de sangue para um único paciente.

IMG_7821Para se ter uma ideia, na Capital, Porto Velho, precisa de 100 doadores dia, para abastecer 23 hospitais públicos e privados, entre eles, Unidade de Terapia Intensiva (UTI), maternidades e grandes emergências.

A média diária de coletas em Porto Velho, não ultrapassam 50 bolsas. Agora, com as férias, segundo o Serviço Social do Hemocentro, houve uma queda significativa nas doações.

Salvar vida é a pauta. Focado na responsabilidade social, o Governo trabalhará também com outras frentes. É o caso do combate a violência sexual  contra crianças e adolescentes, que segundo informações da Secretaria de Assistente Social (SEAS), com a aproximação do carnaval, o número de abuso e exploração aumenta.

“É preciso cuidarmos para que nossas crianças e adolescentes tenham os seus direitos garantidos e não sejam violados. Não esqueçam de ligar para o disque 100. É o canal de comunicação para denúncias”, enfatizou o secretário da Seas, Márcio Félix.

1888600_772767122752595_1702662846_nJá a Superintendência da Paz (Sepaz), fará o trabalho de conscientização sobre os riscos do consumo de drogas e distribuição de materiais informativos.

DOAÇÃO DE SANGUE

► Para se candidatar à doação é necessário ter idade entre 16 e 69 anos, 11 meses e 29 dias, no mínimo 50 kg e portar documento de identificação com foto, por exigência do Ministério da Saúde (MS).

► No caso dos menores de 18 anos é necessário estar acompanhado dos pais ou portar documento de identificação oficial e original dos pais, além de autorização formal.

1395970_721897694506205_799322213_n

Fonte
Texto: Lú Braga
Fotos: Lúcia Reis e Decom
Decom – Governo de Rondônia

Facebook Comments