Rondônia registra primeira morte por conta do novo coronavírus

Rondônia registrou a primeira morte por conta do novo coronavírus. A informação foi dada pelo secretário de Saúde, Fernando Máximo, durante coletiva, na tarde desta segunda-feira (30), na recepção da Sesau, no Centro Político Administrativo – CPA, em Porto Velho. Trata-se de uma mulher de 66 anos que estava internada no Centro de Medicina Tropical de Rondônia.

Segundo o secretário, a idosa tinha um histórico de doenças como diabetes e foi internada sábado (28), com sintomas típicos da doença provocada pelo coronavírus, e morreu na madrugada de domingo (29)

O óbito foi atestado como Covid-19, hipertensão arterial sistêmica e diabetes mellitus, no entanto o resultado dos exames, testando positivo para o novo coronavírus, só ficou pronto nesta segunda-feira (30).

A diretoria do Cemetron explicou que a doença foi sinalizada no atestado de óbito para que fossem tomadas as devidas precauções, já que a paciente apresentava um caso suspeito.

Segundo a Sesau, a mulher não teve contato com outros pacientes e não viajou recentemente, mas foi colhido o material para o exame de coronavírus devido os sintomas gripais e a gravidade do quadro. Também foi informado que a Vigilância Sanitária está em contato com a família para orientar o isolamento.

Oito casos confirmados

Em relação a uma paciente que morreu na cidade de Cacoal, o secretário informou que os exames deram negativo para coronavírus, mas Fernando Máximo confirmou que, em Jaru, uma mulher de 35 anos foi diagnosticada com a doenças e está em tratamento.

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado nesta segunda-feira (30), há atualmente oito casos confirmados, 130 casos aguardando resultados, 358 foram descatados e um óbito.

Falta de exames

O estado de Rondônia ficou dois dias sem a realização de exames para detectar Covid-19 em pacientes suspeitos. Segundo a Sesau, o motivo foi a falta dos kits, que deveriam ter sido entregues no início da semana, mas só chegaram no estado neste domingo (29) devido a “instabilidade no fluxo aéreo”.

Com a chegada dos kits, os testes voltaram a ser realizados ainda neste domingo.

Fonte: Mais RO

Facebook Comments