Governo do Estado de Rondônia recebeu nesta quinta-feira (22) mais 24.700 doses de vacinas contra a Covid-19, dividido em 5.200 doses de Coronavac e 19.500 de Astrazeneca. O imunizante foi recebido na Central Estadual de Rede de Frio da Agencia Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), na capital Porto Velho, e será distribuído nesta sexta-feira (22) as regionais de saúde do Estado.

De acordo com o mapa de distribuição da Agevisa, 5.380 doses serão entregues a regional de Ji Paraná, 2.625 a regional de Cacoal, 2.300 a regional de Vilhena, 3.550 a regional de Ariquemes, 2.545 a regional de Rolim de Moura, e 8.280 a regional de Porto Velho, sendo que mais 20 doses que estão fracionadas serão entregues a Casa Militar para atendimento ao grupo de forças de segurança e salvamento e forças armadas.

Até o momento o governo do Estado soma 271.608 doses de Coronavac e 86.200 de Astrazeneca, um total de 357.808 vacinas recebidas pelo Ministério da Saúde (MS), que atende os grupos prioritários definidos no Plano Nacional de Operacionalização – PNO, do Ministério da Saúde (MS). As vacinas são recebidas pelo governo do estado e armazenadas na rede de frio, depois distribuídas as regionais que fazem a entrega aos municípios, responsáveis pela aplicação.

A nova remessa prevê a distribuição da primeira dose da vacina Sinovac/Butantan para a continuidade do grupo de forças de segurança e salvamento e forças armadas, e da vacina AstraZeneca/Fiocruz para continuidade do grupo de pessoas de 60 à 64 anos, e incremento dos percentuais dos grupos prioritários.

A vacinação contra a Covid-19 foi iniciada em 18 de janeiro de 2021, com essa entrega feita pelo Ministério da Saúde (MS) o governo do Estado de Rondônia soma 14 recebimentos, entre Coronavac e Astrazeneca.

O coordenador estadual de imunização, Ivo Barbosa, durante coletiva a imprensa sobre a chegada da nova remessa de vacinas ressaltou a importância das prefeituras fazerem mutirão e mobilizar o maior número de pessoas possíveis para aplicar a vacina e assim quebrar a cadeia de transmissão dessa doença. “Nós sabemos que essa doença não tem tratamento e a principal forma de prevenção é a vacina, não justifica o município ficar segurando a vacina, nossa orientação é que na hora que a vacina chegar ao município, a prefeitura realize a vacinação”.

A Agevisa enfatiza ainda a importância na continuidade do acesso aos grupos, Forças de segurança e salvamento e Forças armadas, envolvidos tanto na manutenção do funcionamento dos serviços de saúde, nas ações de vacinação, como na implementação e fiscalização das medidas não farmacológicas para o enfrentamento da pandemia.

Em continuidade ao processo, o Ministério da Saúde (MS), incluindo a 14ª remessa recebida hoje (22), viabilizou a entrega de um total aproximado de 57,3 milhões de doses, das quais 15,8 milhões da vacina AstraZeneca/Fiocruz e cerca de 41,5 milhões da vacina Sinovac/Butantan, com o alcance de aproximadamente 32,6 milhões de pessoas. O Governo de Rondônia tem mantido a transparência às ações de vacinação por meio do Portal Covid-19.

 

Fonte: Secom – Governo de Rondônia

Facebook Comments