Após quase três meses com registros diários de fila de espera por um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em Rondônia, os números de internações por Covid-19 começaram a cair e o estado chegou a 10 dias sem pacientes aguardando por vagas na rede pública de saúde.

Os dados são dos relatórios de ações da Sala de Segurança Integrada do Governo do Estado. O último registro de espera por um leito foi em 18 de abril, quando Rondônia tinha 6 pacientes aguardando por uma vaga.

Aulas presenciais

As aulas presenciais estão suspensas em toda a rede ensino em Rondônia desde o final de março de 2020 devido a pandemia da Covid-19. Segundo decreto do Governo do Estado, publicado em 23 de abril de 2021, as atividades educacionais presenciais podem ser retomadas na rede privada de ensino após 10 dias sem filas de pacientes para leitos de UTI Covid.

Esse retorno deve ser gradual e obedecer a fase na qual o município está enquadrado, sendo:

  • I – até 30% (trinta por cento) na Fase 1;
  • II – até 50% (cinquenta por cento) na Fase 2; e
  • III – até 70% (setenta por cento) na Fase 3.

Na rede pública municipal, o retorno das aulas fica a critério de cada gestor municipal. Na rede pública estadual, o retorno deve acontecer após a finalização do plano de retomada, criado em conjunto com a Secretaria de Estado da Educação (Seduc). Confira o decreto na íntegra.

Fonte: G1

Facebook Comments