Ronaldinho Gaúcho está preso há quase seis meses no Paraguai.

Hoje, o juiz Gustavo Amarilla irá julgar pedido do Ministério Público paraguaio para soltar o ex-jogador de futebol e seu irmão, Roberto de Assis.

Em se acolhendo o pedido, os irmãos terão de pagar uma multa equivalente a 200 mil dólares.

A principal acusação contra os dois é a de passaporte falso.

Eles ficaram presos em um presídio de segurança máxima por um mês e quase cinco meses em regime domiciliar em um hotel de luxo.

Fonte: O Antagonista

Facebook Comments