River Plate perde para o Boca, mas vai à final da Libertadores

A torcida do Boca Juniors fez de tudo para encurtar a diferença técnica entre o time da casa e o arquirrival River Plate. Na noite desta terça-feira (22/10/2019), os xeneizes lotaram a Bombonera mais de uma hora antes de a bola rolar para o segundo jogo da semifinal da Copa Libertadores e não pararam de cantar um só minuto. Ainda assim, apoiado no placar de 2 x 0 construído no Monumental de Nuñez, o River conseguiu segurar a vantagem e, mesmo derrotado por 1 x 0, está garantido na decisão da principal competição sul-americana de clubes.

Atual campeão e primeiro classificado para a final de 2019, o River Plate agora aguarda o vencedor do duelo brasileiro entre Flamengo e Grêmio, nesta quarta-feira (23/10/2019), para saber o adversário.

O gol que renovou as esperanças do Boca na noite desta terça ocorreu aos 34 minutos do segundo tempo. Mac Allister cobrou falta na área e após confusão, a bola sobrou no alto para Hurtado. O camisa 25 só teve o trabalho de empurrar para a rede e esquentar ainda mais o duelo argentino.

A partir daí, o Boca tentou na base da bola aérea chegar ao gol que levaria a decisão para a cobrança de pênaltis, mas não conseguiu furar o bloqueio.

A partida na Bombonera ficou marcada também pelo atraso de 15 minutos. Isso porque uma chuva de papel picado sobre o gramado obrigou o árbitro brasileiro Wilton Pereira Sampaio a solicitar a limpeza. Somente após 15 minutos havia condições de jogo.

A decisão da Libertadores 2019 será no Estádio Nacional de Santiago, no Chile, em 23 de novembro. A Conmebol acompanha de perto as manifestações que ocorrem no país e, por enquanto, mantém a data e o local da partida. O Estádio Mané Garrincha, em Brasília, chegou a ser oferecido como opção.

Facebook Comments