Rinoface Glow deixa nariz e face mais harmoniosos e ainda rejuvenesce e melhora qualidade da pele

São Paulo — 27/05/2021 – A rinoplastia é uma das melhores técnicas para mudar a harmonia facial, dada a importância e posição estratégica do nariz na face. Há alguns estudos, inclusive, que mostram um efeito rejuvenescedor, com pacientes aparentando alguns anos a menos, após a cirurgia plástica do nariz. Mas isso pode ser potencializado por meio do novo procedimento Rinoface Glow, que une a rinoplastia com a lipoenxertia facial, um injetável que utiliza a gordura do próprio paciente para rejuvenescer. “A lipoenxertia facial é um dos melhores métodos para dar brilho, devolver harmonia e firmeza ao rosto. Isso por que a gordura, além de não causar rejeição por ser retirada do próprio paciente, quando injetada na face confere resultados mais naturais e permanentes. Além disso, ela é rica em células-tronco que melhoram a qualidade e o aspecto da pele”, explica o Dr. Mário Farinazzo, cirurgião plástico, membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), Chefe do Setor de Rinologia da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) e Cirurgião Instrutor do Dallas Rinoplasthy. “Combinando os procedimentos, há uma melhora global da harmonia facial, de maneira definitiva, com benefícios também para a luminosidade da pele”, completa.

De acordo com o médico, Rinoface Glow é um procedimento combinado que é feito com anestesia geral, pois inclui a lipoaspiração comum, com a retirada de gordura de regiões como abdômen, braços e coxas através de uma cânula. Em seguida, a gordura é tratada, para retirar o sangue e o anestésico. No caso da rinoplastia, uma das técnicas utilizadas é a preservadora que é feita por meio de cortes internos. “O cirurgião identifica e separa as estruturas chaves do nariz, moldando cartilagens e estruturas ósseas. Como resultado, o nariz fica com uma aparência mais natural e harmônica, além de preservar quase que completamente sua elasticidade e mobilidade originais. É principalmente nesse ponto que a rinoplastia preservadora se diferencia da rinoplastia estruturada, pois na técnica tradicional o nariz é completamente desmontado e ao ser remontado, o que é feito por meio de enxertos de cartilagem retirados do próprio septo, tende a se tornar mais rígido”, afirma. Assim que a gordura estiver tratada, é injetada novamente na face de acordo com a necessidade de cada paciente.

Se for utilizada a técnica de rinoplastia preservadora, o inchaço tende a diminuir rapidamente após o terceiro dia, então, no geral, os pacientes se sentem confortáveis para voltar às atividades rotineiras após uma semana, segundo o médico. “Quanto à lipoenxertia, os resultados surgem depois de três semanas, sendo possível enxergar melhora no contorno facial, mas nos primeiros dias já é possível ver um avanço na qualidade da pele. Porém, o efeito definitivo da combinação das técnicas só é visível após cerca de seis meses do procedimento”, finaliza o cirurgião plástico.

FONTE:

*DR. MÁRIO FARINAZZO: Cirurgião plástico, membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) e Chefe do Setor de Rinologia da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Formado em Medicina pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), o médico é especialista em Cirurgia Geral e Cirurgia Plástica pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Professor de Trauma da Face e Rinoplastia da UNIFESP e Cirurgião Instrutor do Dallas Rinoplasthy™ e Dallas Cosmetic Surgery and Medicine™ Annual Meetings. Opera nos Hospitais Sírio, Einstein, São Luiz, Oswaldo Cruz, entre outros. www.mariofarinazzo.com.br

Facebook Comments