Irresponsabilidade social

 

Hoje ela se superou e quase tem um orgasmo
Hoje ela se superou e quase tem um orgasmo

Não se retratou. Mostrou felicidade. Sorriso contido. Alegria por ter sido o tema dos comentários nas redes sociais. Ela não só reiterou o que disse como pôs mais gasolina na fogueira.

A apresentadora do SBT Brasil, Rachel Sheherazade, que na terça-feira se pronunciou favorável à ação dos responsáveis por prender um rapaz com três passagens pela polícia por roubo e furto em um poste, no bairro do Flamengo, no Rio de Janeiro, se defendeu da polêmica que tomou conta das redes sociais nesta semana após seu comentário. “Minhas palavras foram muito claras, o que eu defendi foi o direito da população de se defender quando a polícia é omissa”, disse durante a edição desta quinta-feira do telejornal.

“Eu sou uma pessoa do bem, estou do lado do bem. Jamais defenderia a violência. Eu defendo as pessoas de bem desse País, que foram abandonadas à propria sorte”, afirmou. “O que não pode fazer é confundir o direito de se defender com a barbárie”, completou.

O colega de bancada, Joseval Peixoto, defendeu a opinião da jornalista. “Há uma certa confusão em alinhar a opinião de um apresentador com a linha editorial da emissora. O que é um principio geral para todos nós (SBT) é que é absoluta a liberade de expressão”, disse.

 O Psol anunciou na quarta-feira que irá protocolar no Ministério Público uma representação contra a apresentadora do telejornal, por supostamente “incitar” os crimes de tortura e linchamento.

Com informações do Portal TERRA

Facebook Comments